Repositório Digital

A- A A+

Análise da evolução dos indicadores de saúde do municípios de Jaguarão (2000-2011)

.

Análise da evolução dos indicadores de saúde do municípios de Jaguarão (2000-2011)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da evolução dos indicadores de saúde do municípios de Jaguarão (2000-2011)
Autor Tormam, Lisiane Caceres
Orientador Klering, Luis Roque
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão Pública UAB.
Assunto Gestão pública
Indicadores de saúde
Políticas públicas
Saúde pública
Resumo O presente estudo enfoca a evolução dos indicadores de saúde do município de Jaguarão, RS, durante o período de 2000 a 2011. Seu objetivo é verificar se houve melhoria, ou não, na situ-ação de saúde dos moradores jaguarenses. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi a pesquisa documental. Os dados de análise foram obtidos através dos diversos sistemas de in-formações disponíveis no Departamento de Informática do SUS (DATASUS), sendo feita uma análise da sua evolução no tempo, bem como comparativamente em relação ao estado do Rio Grande do Sul, via método estatístico descritivo. Os resultados apontam que a situação de saúde dos moradores do município de Jaguarão vem apresentando melhorias em alguns aspec-tos, sendo deficitária em outros. Alguns indicadores vêm mostrando melhores resultados com o passar dos anos, tais como: Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal, taxa de morta-lidade neonatal, proporção de nascidos vivos de mães com sete ou mais consultas de pré-natal, taxa de internação hospitalar em pessoas idosas por fratura de fêmur, taxa de internação por acidente vascular cerebral, percentual de crianças menores de cinco anos com baixo peso para idade, cobertura vacinal com a vacina tetravalente em crianças menores de um ano e per-centual de realização das análises de vigilância da água, referente ao parâmetro coliformes fecais. Deve-se notar, entretanto, que os resultados de Jaguarão foram mais dispersos e in-constantes que os do RS, porque o município possui apenas 28 mil habitantes, inferior ao de-sejado, de 80 mil habitantes, para se obter maior estabilidade nos resultados. Outros indicado-res, como a taxa de mortalidade pós-neonatal, a taxa de internação por diabetes mellitus e a razão entre exame citopatológico do colo do útero na faixa etária de 25 a 59 anos e a popula-ção alvo, apresentaram desempenho inferior ao desejado, durante o período de análise. A par-tir deste estudo sobre os indicadores de saúde de Jaguarão, que teve uma abrangência munici-pal, pode-se concluir que é importante que mais estudos sejam feitos sobre a situação de saú-de dos municípios brasileiros, pois os indicadores, efetivamente, são ferramentas importantes para orientar as ações em saúde pública.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/62079
Arquivos Descrição Formato
000868761.pdf (2.049Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.