Repositório Digital

A- A A+

Tecendo imagens : operando experiências no plano do "comum"

.

Tecendo imagens : operando experiências no plano do "comum"

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tecendo imagens : operando experiências no plano do "comum"
Autor Spohr, Fúlvia da Silva
Orientador Maraschin, Cleci
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Imagem
Oficina criativa
Saúde mental
Vídeo
[en] Enactive cognition
[en] Mental health
[en] Network for dialogue
[en] Video technology
[en] Workshop
Resumo Este trabalho conta como uma experiência com tecnologias videográficas produziu efeitos nos modos de coordenar ações, produzir distinções e nas emoções de um grupo de trabalhadores e usuários de um serviço de saúde mental, o CAPS II Cais Mental Centro/POA. A Oficina de Imagens é uma atividade terapêutica onde ocorre a produção de imagens que podem resultar em filmes. A ideia central do trabalho gira em torno dos efeitos surgidos a partir da problematização sobre uma série de imagens videográfica produzidas pelo coletivo da Oficina postas ao descarte, e de outras, a serem aproveitadas para construção de um filme. O grupo é tomado por um estranhamento sobre que imagens poderiam ou não compor um filme. Na Oficina de Edição, foi proposto utilizar as imagens descartadas nonsense, ou seja, aquelas desfocadas, tremidas ou fora de enquadre para a construção de um ―outro‖ vídeo – sendo possível, portanto, incluir o que, em um primeiro momento, fora excluído. A edição foi realizada pelo grupo no editor de imagens digital Windows Movie Maker. Esse processo possibilitou produzir deslocamentos e modulações nas redes de conversação entre os participantes. É a partir dessa experiência, que o convidamos a acompanhar, através do efeito patckwork (recurso narrativo), os deslocamentos operativos que se produziram nestes encontros, nestas redes de conversação. Assim, em uma perspectiva metodológica de pesquisa-intervenção, apresentamos alguns deslocamentos, produzidos no fazer com a Oficina de Edição de Imagens. Esse encontro dos integrantes da Oficina com o computador, o editor de imagens, as imagens descartadas, as redes de conversação se dá na ação, no fazer que potencializa a inserção social, autoria e a construção de outros modos de relação com a saúde/loucura, constituindo um plano de compartilhamento e também político, ao operar experiências no plano do "comum".
Abstract The main objective of this study is to report how an experience with video technology changed the way the actions were coordinated, the distinctions and emotions are produced in the group of people who work and use the mental health service, o CAPS II Cais Mental Centro/POA. The Image Workshop is a therapeutic activity, in which there are image productions, and they can be transformed into many films. The research focuses on the effects that are trigged through the problematization, concerned to a serie of video images, produced by the group that participated of the Workshop, that were discarded, as well as on the others that were used in the construction of a film. The group was not sure which images could be used in the film. At the Editing Workshop, it was suggested that the discarded images, the nonsense ones, could be used: the ones that were blurred, blur and did not fit in the construction of a video, so we concluded that it was possible to add what was considered firstly something excluded. Editing was performed by the group in the digital image editing, through the Windows Movie Maker. The process trigged many other networks for dialogue, different from the one that was constructed at the Image Workshop inicially, but we cannot consider the former more or less important than the recently produced, they were just seen as new and an opportunity to share experiencies. So, we invit the reader to follow, through the pachwork effect (a narrative resource), the operative replacement that were produced in the Workshops, in the network dialogues. Thus, through a methodological perspective of an intervention research, we present some of the replacement, produced at Editing Image Workshop. The experience that the participants of the group had with the computer, the editing and discarted images, changed the networks for dialogue, that were performed in the action and while the images were produced, so that they develop social inclusion, authorship and the construction of many other ways to deal with health/mental illness, building a new plan of sharing and also political, when many experiences were operated in a level whose experience were shared by all the participantes.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/62107
Arquivos Descrição Formato
000868511.pdf (1.695Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.