Repositório Digital

A- A A+

Registros de alterações musculoesqueléticas de “forfait” veterinário de cavalos de corrida em atividade turfística no Rio Grande do Sul

.

Registros de alterações musculoesqueléticas de “forfait” veterinário de cavalos de corrida em atividade turfística no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Registros de alterações musculoesqueléticas de “forfait” veterinário de cavalos de corrida em atividade turfística no Rio Grande do Sul
Outro título Veterinary retirement for musculoskeletal injuries in brazilian thoroughbred racehorses training at jockey club do Rio Grande do Sul
Autor Rocio, Talita Franzen
Orientador Beck, Carlos Afonso de Castro
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Medicina Animal: Equinos.
Assunto Cavalo de corrida
Equinos : Esporte
Equinos : Musculos
Medicina esportiva
Músculo esquelético
[en] Brazilian thoroughbred racehorses
[en] Jockey Club
[en] Musculoskeletal injuries
Resumo Lesões musculoesqueléticas são a principal causa de perda econômica na indústria do cavalo de corrida. Levantamentos epidemiológicos sobre lesões e acidentes ocorridos durante a corrida e os treinamentos dentro dos Jockey Clubes e centros de treinamento têm sido realizados mundialmente. Em geral, encontram-se diferenças regionais nos padrões dessas lesões. O Serviço de Veterinária do Jockey Club do Rio Grande do Sul é responsável por realizar a avaliação e liberação clínica dos animais antes de cada prova. Animais não aptos a participar da corrida são submetidos ao “forfait” veterinário. Com o objetivo de identificar as principais alterações que afetaram os cavalos durante os treinamentos de corrida foi feita a avaliação dos registros veterinários de “forfait” do Jockey Club do Rio Grande do Sul. Além disso, objetivou-se também verificar a influência de fatores como idade e gênero do cavalo e a estação do ano sobre a frequência e distribuição das alterações musculoesqueléticas. Foram analisados 1940 registros de forfait veterinário entre os anos de 1999 e 2009. Realizou-se uma análise epidemiológica analítica descritiva através de uma estatística não paramétrica além de uma análise estatística de correspondência múltipla a fim de verificar a associação das variáveis envolvidas na frequência das lesões. Do total de alterações registradas, 69% (1338) estavam relacionadas ao sistema musculoesquelético e as afecções mais incidentes foram localizadas nos membros torácicos que corresponderam por mais de 79,23% do total enquanto que as alterações localizadas nos membros pélvicos responderam por 14,72% do total de alterações musculoesqueléticas. Alterações musculares e de coluna contribuíram com 6,05% do total. As afecções mais frequentes (p<0,05) foram as da articulação metacarpofalangeana, seguidas pelas afecções do carpo e casco. Houve significativa influência (p<0,05) da faixa etária na maior parte das alterações avaliadas, sendo o maior número de alterações observada em cavalos de 3 anos de idade. Foi constatado que o gênero também influiu significativamente em algumas alterações, sendo os machos mais acometidos. Por sua vez, as estações do ano também apresentaram diferenças significativas, sendo no inverno a maior ocorrência de “forfait” veterinário por alterações musculoesqueléticas.
Abstract Musculoskeletal injuries are the major cause of economic loss in the horse racing industry. Epidemiological surveys on injuries and accidents during the race and training within the Jockey Club and training centers have been conducted worldwide. In general, are regional differences in the patterns of these lesions. There are some peculiarities in the training of race horses as the work on the lane, early in the life of animals and intensity of athletic training. The Veterinary Service Commission Racing of the Jockey Club of Rio Grande do Sul is responsible for performing the clinical evaluation and release of animals prior to each event. Animals not able to participate in the race are subject to "forfait" veterinarian. In order to identify the main changes that affected horses during training race was made the evaluation of veterinary records of "forfait" the Jockey Club of Rio Grande do Sul also aimed to also check the influence of factors such as age, gender of the horse and the season on the frequency and distribution of musculoskeletal abnormalities. We analyzed 1940 records of veterinary “forfait” between the years 1999 and 2009. There was a descriptive analysis by analytical epidemiological a non-parametric statistics and a statistical analysis of multiple correspondence to verify the association of the variables involved in the frequency of lesions. The total changes recorded, 69% (1338) were related to musculoskeletal disorders and more incidents were found in the forelimbs, which corresponded for more than 79% of the total while the localized changes in the hindlimbs accounted for 14% of total musculoskeletal abnormalities. Muscle disorders and column contributed 6% of the total. The most frequent diseases (p <0.05) were the metacarpophalangeal joint, followed by disorders of the carpus and hull. There was a significant influence (p <0.05) of age most of the changes evaluated, with the largest number of changes observed in horses 3 years old. It was found that gender also significantly influenced in some changes, with males being more affected. In turn, the seasons also showed significant differences, and in winter the greater occurrence of "winter holidays" vet for musculoskeletal abnormalities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/62123
Arquivos Descrição Formato
000868819.pdf (1.249Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.