Repositório Digital

A- A A+

Consenso Brasileiro sobre antipsicóticos de segunda geração e distúrbios metabólicos=Brazilian Consensus on second-generation antipsychotics and metabolic disorders

.

Consenso Brasileiro sobre antipsicóticos de segunda geração e distúrbios metabólicos=Brazilian Consensus on second-generation antipsychotics and metabolic disorders

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Consenso Brasileiro sobre antipsicóticos de segunda geração e distúrbios metabólicos=Brazilian Consensus on second-generation antipsychotics and metabolic disorders
Outro título Brazilian Consensus on second-generation antipsychotics and metabolic disorders
Autor Elkis, Helio
Gama, Clarissa Severino
Suplicy, Henrique de Lacerda
Tambascia, Marcos Antonio
Bressan, Rodrigo Affonseca
Lyra, Ruy
Cavalcante, Saulo
Minicucci, Walter Jose
Resumo Objetivo: Discutir os aspectos atuais do tratamento com os antipsicóticos, levando-se em consideração o perfil de efeitos metabólicos, tais como ganho de peso, diabetes, dislipidemias e síndrome metabólica. Tais fatores aumentam o risco de doença cardiovascular, que é a principal causa de morte nos portadores de esquizofrenia. Método: Foi realizada uma reunião de consenso com psiquiatras especialistas em esquizofrenia e endocrinologistas, os quais, com base nas evidências provenientes de ampla revisão da literatura, elaboraram um documento com recomendações que auxiliam a prática clínica. Resultados e conclusões: A avaliação periódica dos efeitos adversos metabólicos em pacientes que fazem uso de antipsicóticos é fundamental para a prática clínica, especialmente nos caso de antipsicóticos de segunda geração. O equilíbrio entre eficácia e tolerabilidade deve ser cuidadosamente considerado em todas as etapas do tratamento.
Abstract Objective: To discuss current aspects of use of antipsychotics considering their metabolic side effects profile, which includes weight gain, dyslipidemias, diabetes and metabolic syndrome. Such metabolic effects increase the risk of mortality by cardiovascular disease, which is the leading cause of death among schizophrenic patients. Method: A consensus meeting was held, with participation of endocrinologists and psychiatrists specialists in schizophrenia and, based on a literature review, an article was elaborated emphasizing practical and helpful recommendations to clinicians. Results and conclusions: Monitoring metabolic side effects is essential to patients taking antipsychotics, particularly in the case of second generation antipsychotics. Efficacy and tolerability should be carefully balanced in all phases of treatment.
Contido em Revista brasileira de psiquiatria (1999). São Paulo. Vol. 30, n. 1 (2008), p. 77-85
Assunto Antipsicoticos
Diabetes mellitus tipo 2
Doenças cardiovasculares
Esquizofrenia
Síndrome X metabólica
[en] Antipsychotic agents
[en] Cardiovascular Diseases
[en] Diabetes Mellitus, Type 2
[en] Metabolic syndrome X
[en] Schizophrenia
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/62373
Arquivos Descrição Formato
000825074.pdf (1.390Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.