Repositório Digital

A- A A+

Capilaroscopia periungueal pode sugerir atividade de doença pulmonar na esclerose sistêmica

.

Capilaroscopia periungueal pode sugerir atividade de doença pulmonar na esclerose sistêmica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Capilaroscopia periungueal pode sugerir atividade de doença pulmonar na esclerose sistêmica
Outro título Nailfold capillaroscopy can predict active pulmonary involvement in systemic sclerosis
Autor Bredemeier, Markus
Xavier, Ricardo Machado
Capobianco, Karina Gatz
Restelli, Vicente Gregório
Rohde, Luis Eduardo Paim
Pinotti, Antonio Fernando Furlan
Pitrez, Eduardo Hennemann
Vieira, Marcelo Vasconcelos
Fontoura, Maria Ângela
Brenol, João Carlos Tavares
Resumo Objetivo: Estudar a associação entre alterações capilaroscópicas e lesões em órgãos-alvo na esclerose sistêmica (ES). Métodos: Noventa e um pacientes com ES foram avaliados através de entrevista, exame físico, capilaroscopia periungueal (CPU), sorologia, provas de função pulmonar, cintilografia de trânsito esofágico, ecocardiografia com Doppler e tomografia computadorizada de alta resolução pulmonar (TCAR). A deleção capilar na CPU foi avaliada usando o escore de deleção vascular de Lee; consideraram-se alterações severas na CPU um escore médio de deleção ≥1 ou número médio de megacapilares por dedo ≥1 para fins de análise. Hipertensão arterial pulmonar (HAP) foi definida como pressão sistólica na artéria pulmonar ≥40 mmHg. Resultados: Pacientes com alterações capilaroscópicas severas apresentaram maior prevalência de áreas de opacidades em vidro-fosco (OVF) (P=0,016), redução da capacidade difusional pulmonar (P=0,026) e disfunção esofágica (P=0,001). HAP ocorreu somente em pacientes com alterações severas na CPU (P=0,114). Naqueles com duração de doença ≤5 anos, OVF estavam presentes em 14 de 19 pacientes com alterações severas na CPU, mas não estavam presentes nos 8 pacientes com alterações capilaroscópicas leves ou ausentes (P<0,001). Nesse subgrupo, nenhuma outra variável clínica ou laboratorial associou-se à presença de OVF. O uso de curvas ROC mostrou uma boa capacidade da CPU em discriminar pacientes com e sem o desfecho combinado de HAP ou doença intersticial pulmonar em pacientes com duração de doença ≤ 5 anos. Conclusões: A severidade das anormalidades da CPU está associada com dano em órgãos-alvo na ES. A CPU pode indicar a presença de doença pulmonar ativa (representada por áreas de opacidades em vidro-fosco na TCAR) na ES de duração relativamente curta.
Abstract Objective: To evaluate the association of capillaroscopic alterations with end-organ damage in systemic sclerosis (SSc). Methods: Ninety-one SSc patients were studied through interview, physical examination, nailfold capillary microscopy (NCM), serology, pulmonary function tests, esophageal transit scintigraphy, Doppler echocardiography and pulmonary highresolution computed tomography (HRCT). Capillary loss on NCM was evaluated using the avascular score (AS); patients with mean AS ≥1 or mean number of megacapillaries per finger ≥1 were considered to have severe capillaroscopic alterations for analytical purposes. Pulmonary arterial hypertension (PAH) was defined as systolic pulmonary arterial pressure ≥40 mmHg. Results: Patients with severe NCM alterations had greater prevalence of ground-glass opacities (GGO) areas (P=0.016), reduced pulmonary diffusing capacity (P=0.026) and esophageal dysfunction (P=0.001). PAH was present only in patients with severe NCM abnormalities (P=0.114). In those with disease duration ≤5 years, GGO were present in 14 of 19 patients with severe NCM alterations, but were absent in all patients (n=8) with no or mild NCM alterations (P<0.001). In this subgroup, no other clinical or laboratory variable was associated with the presence of GGO. ROC curves showed a good ability of NCM to discriminate between patients with and without the combined end-point of PAH or interstitial disease in patients with disease duration ≤5 years. Conclusions: The severity of NCM abnormalities is associated with end-organ damage in SSc. NCM may indicate the presence of active pulmonary disease (represented by ground-glass opacities areas in HRCT) in SSc of relatively short duration.
Contido em Revista brasileira de reumatologia. Campinas. Vol. 44, n. 1 (jan./fev. 2004), p. 19-30
Assunto Angioscopia microscópica
Escleroderma sistêmico
Fibrose pulmonar
Hipertensão pulmonar
Tomografia
Tomografia computadorizada por raios X
[en] Capillaroscopy
[en] Computed tomography
[en] Fibrosing alveolitis
[en] Pulmonary hypertension
[en] Systemic sclerosis,
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/62553
Arquivos Descrição Formato
000857058.pdf (219.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.