Repositório Digital

A- A A+

Sistema de produção de argamassa para revestimento externo : comparação entre argamassa industrializada em saco e em silo

.

Sistema de produção de argamassa para revestimento externo : comparação entre argamassa industrializada em saco e em silo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sistema de produção de argamassa para revestimento externo : comparação entre argamassa industrializada em saco e em silo
Autor Thomas, Felipe Becker
Orientador Masuero, Angela Borges
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo O revestimento externo de fachadas, além de demarcar o final da etapa de revestimentos e início da fase de acabamentos, também é responsável por uma das mais importantes etapas de uma obra. Diante de tal importância, todas as atividades envolvidas ao longo deste processo devem estar em sincronia com a obra, para que não haja interferências nas demais atividades no canteiro. Este trabalho tem por objetivo, a comparação de dois métodos distintos de produção de argamassa para o revestimento externo: com material ensacado e com a utilização de silos. A comparação dos métodos se dá através de vantagens e desvantagens que cada processo pode atribuir à obra. Para entender cada um, buscou-se analisar o fluxograma de ambos, verificando cada atividade ligada ao respectivo processo. Primeiramente buscou-se obter informações em uma obra, sendo que ela utilizou ambos os processos simultaneamente, para verificar o desenvolvimento das atividades ligadas a cada um deles, além de verificar o custo envolvido. Nesta etapa de acompanhamento de obra, também foi realizada, uma breve análise da influência que o abastecimento dos balancins pode gerar nas características da argamassa. Na segunda parte do trabalho, amostras de argamassa foram coletadas e analisadas em laboratório, com o objetivo de verificar se a alteração do meio de abastecimento afetava as características de resistência da argamassa. Em uma terceira parte do trabalho, realizaram-se as devidas comparações, verificando que os custos dos processos quase se equivalem, entretanto, o processo utilizando-se do silo para o abastecimento leva uma pequena vantagem econômica. Em relação às vantagens e desvantagens de cada processo, verificou-se que a utilização de silos torna o abastecimento mais prático, reduzindo o número de pessoas envolvidas. Entretanto pode-se afirmar também que mesmo utilizando o método com silo, as circunstâncias podem acabar levando a uma utilização da argamassa ensacada, em caso de uma falha no sistema com silos. Desta forma, constata-se que ambos os sistemas podem ser úteis nas obras, desde que, sejam bem planejados, não interferindo nas demais atividades que estão sendo executadas simultaneamente ao revestimento de fachada.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/63185
Arquivos Descrição Formato
000862907.pdf (2.085Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.