Repositório Digital

A- A A+

Tectônica e estratigrafia da sequência permo-triássica na Região de Encruzilhada do Sul, RS.

.

Tectônica e estratigrafia da sequência permo-triássica na Região de Encruzilhada do Sul, RS.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tectônica e estratigrafia da sequência permo-triássica na Região de Encruzilhada do Sul, RS.
Autor Vieira, Daniel Triboli
Orientador Mizusaki, Ana Maria Pimentel
Co-orientador Menegat, Rualdo
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Curso de Geologia.
Assunto Cerro Partido (Encruzilhada do Sul, RS)
Estratigrafia
Modelo evolutivo
Tectônica
[en] Evolution model
[en] Paraná basin
[en] Sequences
Resumo O Cerro Partido está localizado no Escudo Sul-Rio-Grandense, região de Encruzilhada do Sul (RS), e apresenta estratos sedimentares que registram importantes discordâncias das unidades basais que são pouco observáveis em regiões contíguas da Bacia do Paraná, bem como pouco documentadas. Alguns trabalhos realizados nessa região têm sugerido a Formação Rio Bonito como única unidade presente no cerro, enquanto outros tem sugerido a presença da Formação Rio Bonito na base e da Formação Sanga do Cabral no topo ou até mesmo uma terceira formação encimando o cerro que seria a Formação Santa Maria. O estudo das rochas que ocorrem no cerro bem como dos modelos sedimentares e estruturas das rochas sedimentares e do embasamento podem mostrar eventos tectono-sedimentares relevantes para o entendimento dos processos sindeposicionais e evolutivos nessa porção da bacia. No Cerro Partido foram integradas diversas técnicas de análise para definir as possíveis relações tectono-sedimentares das unidades ali aflorantes, tais como: a) análise de fácies e estratigrafia de sequências em nível de detalhe por meio do levantamento em campo de 5 perfis colunares e subsequente correlação e estabelecimento do perfil colunar composto; b) petrografia (4 lâminas) das unidades geológicas e fácies sedimentares e mais o auxilio de análises de difração de raios X (3 amostras) para identificação de argilominerais nas fácies finas; c) análise estrutural da área de estudo para fins de estabelecimento das hierarquias das estruturas e possível cinemática ao longo do tempo. Os levantamentos de campo com auxilio de seções colunares permitiram identificar que no Cerro Partido três sequências deposicionais, limitadas por superfícies de discordância significativas. As sequências foram denominadas, da base para o topo, de Sequência Permiana, Sequência Triássica 1, Sequência Triássico 2. Por sua vez, em cada sequência foram identificadas sucessões de fácies,e respectivas macroformas e seus respectivos modelos deposicionais. A interpretação desses dados junto com dados estruturais possibilitaram a elaboração de modelo evolutivo para a região do Cerro Partido.
Abstract Cerro Partido outcrop, the main object of this study is located in the Sul-Rio-Grandense shield, Encruzilhada do Sul (RS), southernmost portion of Brazil. This outcrop can be considered as a residual portion of the Paraná Basin and the sedimentary package in the region registers some of the principal basal units and main discordances of the basin. Studies conducted in the region suggested some idea althought sometimes very diverse. Some authors considered that Rio Bonito Formation is the main unit in the Cerro Partido but others suggested the presence of this unit in the base and Sanga do Cabral Formation as the top unit. This research intends to study the sedimentary rocks outcropping in the Cerro Partido but applying and integrating various analyses to define the sedimentary units and the tectonic-sedimentary relation, such as: a) a detailed facies analysis and sequence stratigraphy through field work and confection of five (5) columnar profiles and subsequent establishment of correlations; b) petrographical analyses of representative samples of the units; c) X ray diffraction analyses for clay mineral identification specially in the fine facies c) structural analyses in the study area looking for the hierarchies and possible kinematics over geological time. So, in the Cerro Partido region, three depositional sequences, bounded by discordance surfaces are identified. The sequences were named, from bottom to top section as Permian Sequence, Triassic Sequence 1 and Triassic sequence 2 and the facies successions, their respective macroforms and also the depositional models are here proposed. The interpretation of these data along with structural information allowed for the proposition of an geological model for the Cerro Partido region.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/66116
Arquivos Descrição Formato
000870637.pdf (15.67Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.