Repositório Digital

A- A A+

Geomorfologia, estratigrafia de sequências e potencial de preservação dos sistemas Laguna Barreira do Quaternário Costeiro do Rio Grande do Sul.

.

Geomorfologia, estratigrafia de sequências e potencial de preservação dos sistemas Laguna Barreira do Quaternário Costeiro do Rio Grande do Sul.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Geomorfologia, estratigrafia de sequências e potencial de preservação dos sistemas Laguna Barreira do Quaternário Costeiro do Rio Grande do Sul.
Autor Rosa, Maria Luiza Correa da Camara
Orientador Tomazelli, Luiz Jose
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Geologia costeira
Georradar
Geotecnologia
Pelotas, Bacia de (RS)
[en] Coastal geology
[en] Geotechnologies
[en] Ground penetrating radar
[en] Pelotas basin
[en] Pleistocene
Resumo No registro estratigráfico da Planície Costeira do Rio Grande do Sul estão presentes quatro sequências deposicionais de alta frequência, correspondentes a quatro sistemas do tipo laguna-barreira (I a IV). Estas sequências possuem idades pleistocênicas e holocênica e se desenvolveram em resposta a ciclos glacioeustáticos da ordem de 100 ka. O sistema costeiro holocênico, relacionado à sequência mais jovem (IV), possui setores contemporâneos com padrões de empilhamento opostos. Partindo desta observação duas hipóteses foram formuladas e investigadas. A primeira hipótese refere-se à existência de padrões de empilhamento opostos também nas sequências deposicionais mais antigas (I, II e III) e a segunda é a de que estes padrões estejam expressos na morfologia das barreiras costeiras. Uma análise geomorfológica e estratigráfica foi realizada através das geotecnologias, com o emprego do sensoriamento remoto, do geoprocessamento, de sistemas de posicionamento e do método geofísico do georradar. Os dados foram obtidos em diferentes setores da planície costeira, com enfoque na região sul, entre a fronteira com o Uruguai (Chuí) e a desembocadura da Lagoa dos Patos (Rio Grande). Nesta região, estão presentes os sistemas laguna-barreira II, III e IV, portanto estes contaram com um maior detalhamento. As interpretações realizadas permitiram estabelecer um arcabouço estratigráfico, com a definição das principais superfícies chave e tratos de sistemas, além de um modelo de evolução paleogeográfica para a região sul. A existência dos padrões de empilhamento retrogradacional, progradacional e degradacional foi constatada nas sequências deposicionais mais antigas. Ainda que estas não tenham sido datadas foi possível inferir que comportamentos distintos tenham ocorrido simultaneamente ao longo das linhas de costa relacionadas a estas sequências deposicionais. A variabilidade do comportamento dos sistemas costeiros foi verificada também através das suas características morfológicas, as quais possuem grande influência em seu potencial de preservação. Contudo, alterações posteriores, de origem erosiva e/ou deposicional, modificaram significativamente as feições originais. A aplicação das geotecnologias referidas acima, através da perspectiva da estratigrafia moderna, permitiu ampliar o conhecimento acerca dos sistemas deposicionais costeiros, especialmente das sequências relacionadas aos sistemas laguna-barreira II e III.
Abstract The stratigraphic record of Rio Grande do Sul Coastal Plain embraces four high-frequency depositional sequences corresponding to four barrier-lagoon systems (I to IV). These sequences have been developed during the Pleistocene and Holocene, in response to glacioeustatic cycles of 100 ka. The Holocene coastal system, related to the younger sequence (IV), exhibits contemporaneous sectors with opposites stacking patterns. From this observation, two hypotheses were formulated and investigated. The first hypothesis was that the opposite stacking patterns also exist in the older depositional sequences (I, II and III), and the second was that these patterns are expressed, today, in the morphology of the coastal barriers. A geomorphologic and stratigraphic analysis was performed applying various geotechnologies, like remote sensing, geoprocessing, positioning systems and the geophysical method of ground penetrating radar (GPR). The data were obtained in different sectors of the coastal plain, with a focus on the southern region between the border with Uruguay (Chui) and the inlet of Lagoa dos Patos lagoon (Rio Grande). In this region the barrier-lagoon systems II, III and IV were identified and studied in greater detail. The interpretations allowed establishing a stratigraphic framework, setting out the main key surfaces and systems tracts, and a paleogeographic model of the evolution of the southern coastal plain. The existence of retrogradational, progradational and degradacional stacking patterns was found in the older sequences. Although the absolute age of these units has not been determined, it was possible to infer that different behaviors have occurred simultaneously along the shorelines related to these depositional sequences. The variability on the behavior of the coastal systems was also verified by their morphological characteristics, which have great influence on their preservation potential. However, subsequent changes due to erosive and/or depositional events may have significantly modified the original features. The application of geotechnologies from the perspective of modern stratigraphy improved the knowledge of coastal depositional systems, especially of the sequences related to barrier-lagoon systems II and III.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/66367
Arquivos Descrição Formato
000871379.pdf (29.36Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.