Repositório Digital

A- A A+

"Em relação ao sexo tudo é curioso" : um modo de pensar a sexualidade de jovens na perspectiva da vulnerabilidade e do cuidado em saúde

.

"Em relação ao sexo tudo é curioso" : um modo de pensar a sexualidade de jovens na perspectiva da vulnerabilidade e do cuidado em saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Em relação ao sexo tudo é curioso" : um modo de pensar a sexualidade de jovens na perspectiva da vulnerabilidade e do cuidado em saúde
Autor Resta, Darielli Gindri
Orientador Motta, Maria da Graça Corso da
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Adolescente
Cuidados de enfermagem
Vulnerabilidade
[en] Health care
[en] Nursing care
[en] Sexuality
[en] Vulnerability
[en] Youngster
[es] Cuidado de enfermería
[es] Cuidado en salud
[es] Juventud
[es] Sexualidad
[es] Vulnerabilidad
Resumo Este estudo se insere na linha de pesquisa Fundamentos e Práticas de Enfermagem em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente e está vinculado ao Grupo de Estudos do Cuidado à Saúde nas Etapas da Vida (CEVIDA) do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Aborda a sexualidade na juventude na perspectiva do referencial da vulnerabilidade e do cuidado em saúde. O objetivo foi conhecer e interpretar as experiências dos jovens no campo da sexualidade, as informações em saúde recebidas e as situações de vulnerabilidade. Utilizou uma abordagem qualitativa, tendo como participantes 20 jovens vinculados ao Programa Pro-Jovem Adolescente de uma cidade do interior do Estado do Rio Grande do Sul. A coleta das informações ocorreu em duas fases. Na primeira, realizou-se uma dinâmica que utiliza uma história para ilustrar a relação afetiva entre dois jovens e um questionário sobre as características sociais dos jovens e suas principais atividades. Na segunda, realizou-se entrevista semiestruturada com cinco questões abertas sobre as experiências, as informações e as situações de vulnerabilidade dos jovens. Utilizou-se a análise temática para a interpretação das informações e os resultados estão organizados em torno de quatro categorias e as subcategorias. O estudo obteve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa da UFRGS parecer nº 21840. As experiências dos jovens foram reveladas por meio do namoro, do ficar, dos beijos, das relações sexuais e dos projetos de vida. Todas caminham na direção da construção de si, por meio dos processos de autonomia e gestão do cotidiano. Mostraram-se distantes dos conhecimentos técnico-científicos, uma vez que as relações como o namoro e o ficar são pouco exploradas pelos profissionais de saúde e educação. As informações em saúde são oriundas dos amigos, dos familiares e das suas experiências sexuais. Também, por vezes são esquecidas durante suas vivências no campo da sexualidade. As situações de vulnerabilidade mostraram-se como possibilidades de renovação das práticas de cuidado em saúde, na medida em que destacam como fragilidades as relações familiares, de gênero e violência e, especialmente a dimensão programática relacionada às ações em saúde. A invisibilidade do campo da saúde pauta-se no foco restrito às dimensões biológicas, com informações básicas e genéricas e pouca participação dos profissionais de saúde. Essas situações levam o jovem ao processo de ressignificação das informações em saúde, produzindo um conhecimento diferente. Os resultados revelam o distanciamento do conhecimento cientifico das experiências relativas à sexualidade dos jovens e indicam possibilidades de renovação das práticas de saúde. Recomendam um cuidado voltado aos fundamentos do ser, contemplando suas características sociais e culturais. Nesse sentido, apontam para o restabelecimento do diálogo e à valorização do saber da experiência como horizontes de cuidado.
Resumen Este estudio se inserta dentro de la línea de pesquisa Fundamentos y Prácticas de Enfermería en Salud de la Mujer, Niño y Adolescente y está vinculado al Grupo de Estudios del Cuidado a la Salud en las Etapas de la Vida (CEVIDA) del Programa de Posgrado en Enfermería de la Escuela de Enfermería de la Universidad Federal del Rio Grande do Sul (UFRGS). Aborda la sexualidad en la juventud desde la perspectiva del referencial de la vulnerabilidad y del cuidado en salud. El objetivo fue conocer e interpretar las experiencias de los jóvenes en el campo de la sexualidad, las informaciones en salud recibidas y las situaciones de vulnerabilidad. Se lo u utilizó un abordaje cualitativo, con la participación de 20 jóvenes vinculados al Programa Pro-Joven Adolescente de una ciudad del interior del Estado del Rio Grande do Sul. La recolección de las informaciones se dio en dos fases. En la primera, se realizó una dinámica que utiliza una historia para ilustrar la relación afectiva entre dos jóvenes y un cuestionario acerca de las características sociales de los jóvenes y sus principales actividades. En la segundan, se realizo entrevista semi-estructurada con cinco cuestiones abiertas sobre las experiencias, las informaciones y las situaciones de vulnerabilidad de los jóvenes. Se lo utilizó el análisis temático para la interpretación de las informaciones y los resultados están organizados alrededor de cuatro categorías y las sub-categorías. El estudio obtuve la aprobación del Comité de Ética en Pesquisa de la UFRGS, parecer nº 21840. Las experiencias de los jóvenes se revelaron por medio del noviazgo, del quedarse con alguien, de los besos, de las relaciones sexuales y de los proyectos de vida. Todas caminan en la dirección de la construcción de si, por medio de los procesos de autonomía y gestión del cotidiano. Se mostraron distantes de los conocimientos técnicos y científicos, una vez que las relaciones como el noviazgo y el quedarse son poco exploradas por los profesionales de salud y educación. Las informaciones en salud son oriundas de los amigos, de los familiares y das sus experiencias sexuales. También, a veces son olvidadas durante sus vivencias en el campo de la sexualidad. Las situaciones de vulnerabilidad se mostraron como posibilidades de renovación de las prácticas de cuidado en salud, en la medida en que destacan como fragilidades las relaciones familiares, de género y violencia y, especialmente la dimensión programática relacionada a las acciones en salud. La invisibilidad del campo de la salud se define por el foco restricto a las dimensiones biológicas, con informaciones básicas y genéricas y poca participación de los profesionales de salud. Estas situaciones llevan el joven al proceso de re-significación de las informaciones en salud, produciendo un conocimiento diferente. Los resultados revelan el distanciamiento del conocimiento científico de las experiencias relativas a la sexualidad de los jóvenes e indican posibilidades de renovación de las prácticas de salud. Recomiendan un cuidado vuelto a los fundamentos del ser, contemplando sus características sociales y culturales. En ese sentido, apuntan para el restablecimiento del diálogo y la valorización del saber de la experiencia como horizontes de cuidado.
Abstract This study is inserted in the line of research of Nursing Fundaments and Practices on the Woman´s, Child´s and Adolescent´s Health and it is linked to the Group of Studies on Health Care over the Life Stages (CEVIDA) held by the Nursing Post-Graduation Program at the Nursing School of the Federal University of Rio Grande do Sul (FRGS). It approaches sexuality in the youth in the perspective of the vulnerability and health care referrals. The objective was learning and interpreting the youngsters´ experiences in the sexuality field, the information received on health and the vulnerability situations. By means of a qualitative approach, it counted on the participation of 20 youngsters enrolled in the Pro-Adolescent Youngster Program from an inland city in the State of Rio Grande do Sul. The collection of information occurred upon two stages. In the first one, a dynamics took place by utilizing a history in order to illustrate the affective relationship between two youngsters and a questionnaire about the social characteristics of the youngsters and their main activities. Upon the second stage, a semi-structured interview was carried out with five open questions about the youngsters´ experiences, information and vulnerability situations. One utilized the thematic analysis in order to interpret the information and the results have been organized into four categories and subcategories. The study received the approval of the Ethics Committee for Research of UFRGS according to the opinion no. 21840. The youngsters have revealed their experiences within the topics of dating, staying with someone, kisses, sexual relations and life projects. All of them run in the direction of constructing oneself by means of processes such as autonomy and day-to-day life management. They have showed themselves far from technical and scientific knowledge since relationships like dating and staying with someone are less exploited by health and education professionals. Health information is obtained from friends, family members and from their sexual experiences. They are also sometimes forgotten during the youngsters´ experiences in the sexuality field. Vulnerability situations have shown themselves as possibilities of renewing health care practices when they point out fragilities among family, gender and violence relations and especially the programmatic dimension related to health actions. The invisibility of the health field is regarded in the focus restricted to the biological dimensions with basic and general information and less participation of health professionals. These situations lead the youngster to the process of giving a new meaning to the health information by producing a different knowledge. The results reveal the distance from the scientific knowledge about the experiences regarding the sexuality of the youngsters and indicate possibilities of renewing health practices. They recommend a care addressed to the fundaments of the subject by contemplating his social and cultural characteristics. In this sense, they point onto re-establishing the dialogue and to the valuation of the experience knowledge as care horizons.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/67153
Arquivos Descrição Formato
000872855.pdf (1.713Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.