Repositório Digital

A- A A+

A construção da imagem da candidata Ana Amélia Lemos pelo discurso da Zero Hora nas eleições de 2010

.

A construção da imagem da candidata Ana Amélia Lemos pelo discurso da Zero Hora nas eleições de 2010

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A construção da imagem da candidata Ana Amélia Lemos pelo discurso da Zero Hora nas eleições de 2010
Autor Biasibetti, Julia Machado
Orientador Stevens, Leandro
Co-orientador Weber, Maria Helena
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Análise do discurso
Jornalismo político
Zero Hora (Jornal)
[en] Communication
[en] Journalistic Discourse
[en] Lemos, Ana Amélia
[en] Politics
Resumo Este estudo tem por objetivo compreender de que maneira a imagem da candidata ao Senado Ana Amélia Lemos foi construída e representada nas eleições de 2010 pelo discurso do Jornal Zero Hora, veículo onde ela atuava como jornalista. Os objetivos específicos são: a) analisar e identificar nos textos publicados os enquadramentos e as expressões utilizadas para retratar a candidata; b) analisar como a visibilidade e a credibilidade adquiridas pela candidata durante sua carreira no jornalismo foram mencionadas nas matérias; c) identificar se houve tentativa de reforço da imagem da empresa através da imagem de Ana Amélia e vice-versa; d) compreender como o jornal articulou nas matérias a falta de experiência da candidata no campo político-partidário, apesar de sua experiência na cobertura jornalística da política. No percurso teórico são trabalhadas as relações de poder entre a política e a comunicação, com foco nos conceitos de credibilidade, visibilidade e construção da imagem pública; as características da interação entre jornalismo e política, especialmente nos períodos eleitorais; e as características do discurso jornalístico e da construção da notícia em seus aspectos técnicos e éticos. Utilizamos como metodologia a Análise do Discurso, por meio da qual as formações discursivas (FDs) presentes nas notícias são identificadas e exemplificadas através de Seqüências Discursivas (SDs). Para compor nosso corpus de pesquisa, buscamos todas as notícias da Zero Hora que citaram o nome de Ana Amélia Lemos entre 15 de março e 4 de outubro de 2010, período que compreende o anúncio da saída da jornalista do Grupo RBS para concorrer ao cargo de senadora até o dia posterior à eleição, no qual sua vitória nas urnas foi noticiada. Considerando que todos os textos publicados, independente do tipo, da localização ou assinatura, falam em nome do jornal, chegamos a um total de 25 textos com marcas discursivas relevantes a nossa análise. Constatamos que a imagem pública de Ana Amélia Lemos construída pelo discurso da Zero Hora foi bastante positiva, comprovada pela predominância de marcas discursivas e sentidos que de alguma maneira beneficiavam a candidata. Para o jornal, Ana Amélia era a grande novidade da eleição, a maior estrela de seu partido e uma promessa de renovação na política. O discurso também destacou que a visibilidade era o grande trunfo da candidata, que levaria para a política a credibilidade e os valores de sua atuação jornalística.
Abstract This research aims at understanding the way the image of Senate candidate Ana Amélia Lemos was set and represented during 2010 election in Brazil by Zero Hora, a newspaper with which she worked as a journalist. The specific goals are: a) analyzing and identifying the contexts and expressions used in the published texts to depict the candidate; b) analyzing how the visibility and credibility the candidate gained throughout her career as a journalist were mentioned in the news; c) identifying if there has been any attempt by the newspaper to highlight its image through the candidate’s image and vice versa; d) understanding how the newspaper dealt in the news with the candidate’s lack of experience with party political matters, in spite of her experience with journalistic coverage of politics. In our theoretical analysis we deal with the relation of power that exists between politics and communication, and we focus on the concepts of credibility, visibility, and the construction of the public image; the characteristics of the interaction between journalism and politics, especially during election time; and the features of journalistic discourse and the writing of news concerning its technical and ethical aspects. We use in our methodology the Discourse Analysis, through which we have identified discursive formations (FDs) in the news, which are exemplified through discursive sequences (SDs). To form our data base, we searched for all the news in which Zero Hora cited Ana Amélia Lemos, from March 15th until October 4th, 2010, which respectively correspond to the day when she left Grupo RBS (Zero Hora’s owner company) and was announced as a Senate candidate, and the day after the election, when her victory was announced. Considering that all the published texts, no matter their kind, location, or author, speak for the newspaper, we found 25 texts with discursive marks that we considered relevant to our analysis. We noticed that the public image of Ana Amélia Lemos constructed by Zero Hora was very positive proven by the predominance of discursive marks and senses that somehow benefited the candidate. For ZH, Ana Amélia was the election’s great news, the party’s most popular person, who meant a promise of renewal in politics. The discourse also highlighted that visibility was the greatest asset of the candidate, who would take the values of her performance as a journalist to politics.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/67190
Arquivos Descrição Formato
000871843.pdf (18.58Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.