Repositório Digital

A- A A+

Modos de morrer na UTI pediátrica de um hospital terciário

.

Modos de morrer na UTI pediátrica de um hospital terciário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modos de morrer na UTI pediátrica de um hospital terciário
Outro título Modes of death in PICU of a tertiary hospital
Autor Carvalho, Paulo Roberto Antonacci
Rocha, Tais Sica da
Santo, Antonio Espirito
Lago, P.
Resumo OBJETIVO. Determinar a prevalência dos diferentes modos de morrer e identificar limites terapêuticos em pacientes de uma Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrica (UTIP) de hospital universitário. MÉTODOS. Estudo retrospectivo, baseado na revisão de prontuários dos pacientes que morreram na UTIP do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no período de 1º julho de 1996 a 30 junho de 1997. Para modo de morrer, adotou-se critérios de: não resposta às medidas de ressuscitação cardiorrespiratória (NRRST), morte cerebral (MC), retirada/não-adoção de medidas de suporte de vida (R/NASV) e decisão de não reanimar (DNR). Para causa de morte, adotou-se critério de falências de órgãos. RESULTADOS. Dos 61 óbitos ocorridos no período, entraram no estudo 44 pacientes, cuja mediana de idade foi 28 meses. Todos tiveram como causa de morte a falência de múltiplos órgãos. Vinte e seis pacientes (59%) eram do grupo I (NRRST e MC), enquanto 18 (41%) do grupo II (R/NASV e DNR). No grupo II, 83% dos pacientes tinham doença crônica e/ou debilitante (p = 0,017; χ²). Os motivos de admissão mais prevalentes foram necessidade de terapias de suporte (55%), ventilatória e cardiocirculatória, sem diferença estatística entre os grupos. A mediana do tempo de permanência na UTI foi de 5 dias, e no hospital, de 11 dias, sem significância estatística entre os dois grupos. CONCLUSÕES. Observou-se alta prevalência de modos de morrer R/NASV e DNR nos pacientes de UTIP avaliados, sugerindo condutas de limitação terapêutica para eles. Não se conseguiu avaliar o nível de participação da equipe e da família nesse processo de tomada de decisões.
Abstract BACKGROUND. To determine the prevalence of different modes of death and to identify therapeutic limitations in patients admitted to the Pediatric Intensive Care Unit (PICU) at a teaching hospital. METHODS. A retrospective study was carried out. Information was collected from the medical records of patients who died at the PICU of Hospital de Clínicas de Porto Alegre between July 1st, 1996 and June 30th, 1997. Four modes of death were considered: patient not responding to cardiopulmonary resuscitation methods (NRCPR), brain death (BD), withdrawal / withhold life-support measures (W/WLS) and decision not to resuscitate (DNR). For cause of death we employed the criterion of organ failure. RESULTS. Out of 61 deaths occurred during the period under analysis, 44 patients were included in the study. Patient age median was 28 months. The cause of death for all patients was multiple organ failure. Twenty-six patients (59%) were classified in group I (NRCPR and BD) and 18 (41%) in group II (W/WLS and DNR). Among patients of group II, 83% had a chronic and/or debilitating disease (p = 0.017; χ²). The prevalent reason for patient admission was the need for organ support (55%), both respiratory and cardiovascular. The median for duration of patient stay at the PICU was 5 days and at the hospital was 11 days. There was no statistically significant difference between the two groups in terms of reason for patient admission or duration of PICU/hospital stay. CONCLUSIONS. There was a high prevalence of W/WLS and DNR deaths among ICU patients, thus suggesting therapeutic limitation for them. We were unable to evaluate the level of participation by the medical team and by the family in this decision making process.
Contido em Revista da Associação Médica Brasileira. São Paulo. Vol. 47, n. 4 (out./dez. 2001), p. 325-331
Assunto Causas de morte
Criança
Cuidados intensivos
[en] Ethics
[en] Mode of death
[en] Pediatric intensive care
[en] Therapeutic limitation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/67332
Arquivos Descrição Formato
000384350.pdf (84.14Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.