Repositório Digital

A- A A+

Índice de gravidade da doença renal, indicadores assistenciais e mortalidade em pacientes em hemodiálise

.

Índice de gravidade da doença renal, indicadores assistenciais e mortalidade em pacientes em hemodiálise

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Índice de gravidade da doença renal, indicadores assistenciais e mortalidade em pacientes em hemodiálise
Outro título End-stage renal disease severity index, clinical indicators and mortality of hemodialysis patients
Autor Morsch, Cássia Maria Frediani
Barros, Elvino José Guardão
Gonçalves, Luiz Felipe Santos
Resumo OBJETIVO. Verificar a associação das comorbidades, quantificadas por meio do índice de gravidade da doença renal (IGDR), com os indicadores assistenciais Kt/V, hematócrito e albumina sérica, e com mortalidade. MÉTODOS. Quarenta pacientes renais crônicos em hemodiálise foram acompanhados por 12 meses e avaliados quanto a características sociodemográficas, tempo em diálise, presença de diabetes mellitus, indicadores assistenciais e comorbidades. A influência das comorbidades foi avaliada por meio do IGDR. RESULTADOS. O IGDR médio dos sobreviventes (85%) e óbitos (15%) foi 22±14,8 vs 44±12,4 (p<0,001) e entre pacientes diabéticos (29%) e não diabéticos (71%) de 40±15,1 vs 19±12,5 (p< 0,001). A correlação entre IGDR e albumina foi r= -0,475 (p<0,005). A maioria dos pacientes com albumina =3,6mg/l (82%) era composta de não diabéticos (p=0,021). Houve correlação do hematócrito com a albumina, sendo r = 0,544, (p<0,001). O Kt/V não teve associação com outras variáveis. A razão de chance de óbito para cada ponto do IGDR foi de 10% (p = 0,0093). CONCLUSÃO. O IGDR é um bom instrumento para avaliar comorbidade em pacientes em hemodiálise, sendo confiável para comparar grupos de pacientes e predizer mortalidade.
Abstract OBJECTIVE. Comorbidity is a major factor influencing mortality in hemodialysis patients. Kt/V, hematocrit and albumin levels have also been associated with mortality in these patients. The purpose of this study was to evaluate the severity of comorbidity, Kt/V, hematocrit and albumin levels as predictors of mortality in patients on hemodialysis therapy. METHODS. Forty patients were followed up during 12 months and assessed in relation to social demographic characteristics, time on dialysis therapy, presence of diabetes, Kt/V, hematocrit and albumin levels, also comorbidities. The impact of comorbidity on mortality was assessed by the end-stage renal disease severity index (ESRD-SI). RESULTS. Mean ESRD-SI scores for survivals (85%) and deaths (15%) were 22±14.8 vs. 44±12.4 (p<0.001), and for diabetic (29%) and non- diabetic patients (71%), 40±15.1 vs. 19±12.5 (p<0.001). An inverse correlation was observed between ESRD-SI scores and albumin (r=- 0.475; p<0.005). Albumin levels =3.6 g/dL were mostly observed (82%) in patients without diabetes (p=0.021). A correlation was observed between hematocrit and albumin levels (r=0.544; p<0.001). For each 1- point increase in the ESRD-SI scores, there was a 10% increase in the risk of death (p=0.0093). CONCLUSION. The ESRD-SI is useful to assess the severity of comorbidities and to predict mortality in hemodialysis patients.
Contido em Revista da Associação Médica Brasileira. São Paulo. Vol. 51, n. 5 (set./out. 2005), p. 296-300
Assunto Diabetes mellitus
Diálise renal
Morbidade
Mortalidade
[en] Hemodialysis
[en] Morbidity
[en] Mortality
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/67341
Arquivos Descrição Formato
000644062.pdf (93.39Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.