Repositório Digital

A- A A+

A tatuagem como sistema semiótico da cultura

.

A tatuagem como sistema semiótico da cultura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A tatuagem como sistema semiótico da cultura
Autor Novak, Priscila dos Santos
Orientador Silva, Alexandre Rocha da
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Propaganda e Publicidade.
Assunto Semiótica
Tatuagem
[es] Modelización
[es] Semiótica de la cultura
[es] Sistema semiótico
[es] Tatuaje
Resumo Este trabalho analisa a prática da tatuagem à luz de conceitos da semiótica da cultu-ra. O objetivo principal é identificar os processos de semiose no sistema semiótico da tatuagem. Outros objetivos são a identificação de sistemas modelizantes na his-tória da tatuagem e a análise da tatuagem enquanto texto da cultura e enquanto tra-dução de textos alossemióticos. Na primeira seção, revisam-se os conceitos princi-pais da teoria semiótica da cultura; na segunda, são abordados os dispositivos de modelização no percurso histórico da tatuagem; na terceira, é analisada a tatuagem em semiose (como texto, como sistema semiótico e como tradução). Apresenta-se, brevemente, a hipótese de equivalência estrutural entre memória e esquecimento na cultura da tatuagem e, possivelmente, também fora desta. Como resultado, obser-vou-se que a cultura da tatuagem encontra-se em um momento de explosão cultural, no qual textos da anti-cultura se deslocam para o núcleo da semiosfera da tatuagem e desestabilizam suas relações estruturais.
Resumen Este trabajo analiza la práctica del tatuaje a la luz de conceptos de la semiótica de la cultura. El objetivo principal es identificar los procesos de semiosis en el sistema se-miótico del tatuaje. Otros objetivos son la identificación de sistemas modelizantes en la historia del tatuaje y el análisis del tatuaje en cuanto texto de la cultura y en cuanto traducción de textos alosemióticos. En la primera sección, se revisan los conceptos principales de la teoría semiótica de la cultura; en la segunda, son abordados los dis-positivos de modelización en el recorrido histórico del tatuaje; en la tercera, es anali-zado el tatuaje en semiosis (como texto, como sistema semiótico y como traducción). Presentase, brevemente, la hipótesis de equivalencia estructural entre memoria y olvi-do en la cultura del tatuaje y, posiblemente, también fuera de esta. Como resultado, se observó que la cultura del tatuaje se encuentra en un momento de explosión cultural, en lo cual textos de la anti-cultura se desplazan hasta el núcleo de la semiosfera del tatuaje y desestabilizan sus relaciones estructurales.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/67641
Arquivos Descrição Formato
000871719.pdf (812.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.