Repositório Digital

A- A A+

Análise do uso de medicamentos controlados pelos usuários dos grupos de saúde mental atendidos pelo SUS no município de Nova Candelária, RS

.

Análise do uso de medicamentos controlados pelos usuários dos grupos de saúde mental atendidos pelo SUS no município de Nova Candelária, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise do uso de medicamentos controlados pelos usuários dos grupos de saúde mental atendidos pelo SUS no município de Nova Candelária, RS
Outro título Analysis of the use of controlled drugs by users of mental health groups are served by the SUS in the municipality of nova Candelária/RS
Autor Assad, Fabiéle Mello
Orientador Baldi, Mariana
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão em Saúde UAB.
Assunto Atenção farmacêutica
Dependência química
Medicamentos controlados
Saúde mental
Sistema Único de Saúde
[en] Addiction
[en] Drug use
[en] Pharmaceutical care
[en] Use of psychotropic drugs
Resumo A pesquisa visa analisar o uso das medicações controladas pelos usuários dos grupos de saúde mental no sistema público de saúde de Nova Candelária/RS. O objetivo geral é identificar os fatores que explicam o uso irracional de medicamentos e a consequente dificuldade dos pacientes em abandonar o uso dessas medicações controladas, embora em situação assintomática. O trabalho é um estudo longitudinal, quantitativo e descritivo, onde se analisou o uso das medicações controladas durante o ano de 2010, através da verificação dos prontuários médicos do grupo de saúde mental acompanhado pela ESF. A pesquisa foi documental e os dados foram avaliados de maneira coletiva, verificando a questão da redução das medicações, a resistência dos pacientes em retirar as drogas e a melhora clinica com o término do tratamento. O total de pacientes acompanhados foi de 167. O grupo de ansiedade apresentava 16 pacientes, sendo que 04 reduziram a dose e 04 tentaram mas não conseguiram reduzir, o de insônia com 30 pacientes, 08 reduziram e 03 tentaram sem sucesso e os grupos de depressão com 88 pacientes, 17 pessoas reduziram a medicação que estavam em uso e 06 tentaram reduzir mas voltaram a dose inicial da medicação, pois apresentaram sintomas de abstinência. O grupo de epilepsia/parkinson com 33 pacientes, somente um paciente reduziu a medicação por indicação do neurologista que o acompanhava. Vinte pessoas ao total pararam de usar a medicação, sendo que 14 usavam para depressão, 04 para ansiedade e 02 devido à insônia. Conclui-se que vários fatores como a prescrição médica, a auto-medicação, o tempo prolongado de uso, as informações compartilhadas, influenciam no tratamento dos indivíduos, sendo importante um acompanhamento clinico e dos gestores a fim de evitar o uso indiscriminado dessas medicações.
Abstract The research aims to analyze the use of controlled drugs by users of mental health groups in the public health system in New Candelaria / RS. The overall objective is to identify factors that explain the irrational use of drugs and the consequent difficulty of patients to leave the controlled use of these medications, although in asymptomatic situation. The work is a longitudinal study, quantitative and descriptive, which examined the use of controlled drugs during the year 2010, by checking the medical records of a group of mental health accompanied by ESF. The research was documentary and the data were evaluated collectively by checking the task of reducing medication, the resistance of patients to withdraw drugs and clinical improvement with the completion of tratamento. O total of patients treated was 167. The anxiety group had 16 patients, 04 and 04 reduced the dose tried but failed to reduce the 30 patients with insomnia, reduced 08 and 03 tried unsuccessfully and depression group with 88 patients, 17 people have reduced their medication that were in use and 06 tried but returned to reduce the initial dose of medication, because they showed symptoms of withdrawal. The group of epilepsy / 33 patients with Parkinson's, only one patient decreased medication advised by a neurologist who accompanied him. Twenty people in total have stopped using the medication, and 14 used for depression, 04 to 02 due to anxiety and insomnia. It is concluded that several factors such as prescription drugs, self-medication, prolonged use, the shared information, influence the treatment of individuals, an important clinical monitoring and management to avoid the indiscriminate use of these medications.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/67715
Arquivos Descrição Formato
000870289.pdf (634.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.