Repositório Digital

A- A A+

Assistência ambulatorial e farmacêutica de serviço especializado em HIV/AIDS em município do sul do Brasil

.

Assistência ambulatorial e farmacêutica de serviço especializado em HIV/AIDS em município do sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Assistência ambulatorial e farmacêutica de serviço especializado em HIV/AIDS em município do sul do Brasil
Autor Pereira, Silvana Velho
Orientador Reis, Roberta Alvarenga
Co-orientador Maggi, Cátia Bauer
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão em Saúde UAB.
Assunto AIDS
HIV
Saúde pública
Sistema Único de Saúde
Resumo O sucesso da terapia antirretroviral para a Aids depende da manutenção de altas taxas de adesão ao tratamento. As diretrizes dos Consensos Terapêuticos apontam como determinantes da adesão o acesso a serviços especializados, que proporcionem qualidade da atenção no acompanhamento clínico e laboratorial dos pacientes. Este estudo tem como objetivo realizar um diagnóstico do atendimento do Serviço de Assistência Especializada de Osório/RS aos usuários adultos HIV positivos em terapia antirretroviral em relação às recomendações definidas pelos consensos terapêuticos vigentes, visando contribuir com o processo de planejamento da gestão da assistência prestada. Foi realizada uma análise descritiva exploratória do serviço, a uma amostra de 77 usuários em tratamento para Aids no período de abril/2011 à fevereiro/2012, através de coleta de dados em prontuários médicos e registros do Sistema de Controle Logístico de Medicamentos Antirretrovirais (SICLOM). Baseou-se na descrição das características clínicas dos usuários, na avaliação da adequação do atendimento do serviço ao protocolo de Recomendações para Terapia Antirretroviral a Adultos Infectados pelo HIV, na análise da adesão dos usuários à terapia antirretroviral e de sua resposta terapêutica ao tratamento. O serviço obteve um índice de adequação de atendimento para 39 (50,6%) indivíduos, enquanto um total de 26 (33,8%) apresentaram-se como não-aderentes à terapia dos quais 15 (57,7%) indivíduos apresentaram resposta terapêutica insatisfatória ao tratamento. Os dados obtidos indicam a necessidade de implantação de monitoramento sistemático do atendimento aos usuários em terapia antirretroviral, para incrementar a qualidade da assistência prestada e, consequentemente, evitar situações que possam aumentar o risco de não adesão ao tratamento e falha terapêutica.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/67789
Arquivos Descrição Formato
000871766.pdf (2.029Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.