Repositório Digital

A- A A+

Qualidade microbiológica em águas de abastecimento provenientes de municípios da 17ª CRS/RS: omissão ou irresponsabilidade?

.

Qualidade microbiológica em águas de abastecimento provenientes de municípios da 17ª CRS/RS: omissão ou irresponsabilidade?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Qualidade microbiológica em águas de abastecimento provenientes de municípios da 17ª CRS/RS: omissão ou irresponsabilidade?
Autor Rios, Sílvia da Silva
Orientador Bordin, Ronaldo
Co-orientador Stopiglia, Cheila Denise Ottonelli
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão em Saúde UAB.
Assunto Planejamento em saúde
Políticas públicas
Saúde ambiental
Saúde pública
[en] Environmental health
[en] Health administration and planning
[en] Health management
[en] Public policies
Resumo O tratamento da água para consumo humano é uma política pública para prevenção de doenças de veiculação hídrica no país. O VIGIAGUA é um programa nacional coordenado pelo Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde que apresenta, entre suas responsabilidades, o monitoramento do parâmetro microbiológico (coliforme total e coliforme termotolerante/E. coli) nas águas de abastecimento. Esta pesquisa tem por objetivo descrever a prevalência de amostras fora do padrão de potabilidade para o parâmetro coliforme total através da análise de 2.506 amostras dos 20 municípios integrantes da17ª Coordenadoria Regional de Saúde/RS, em 2010. As variáveis principais são os resultados das análises das amostras de água nas 3 formas de abastecimento existentes nos municípios: SAA (água tratada), SAC ou SAI. Os dados mostram que 14 (70%) municípios recebem água tratada através de SAA e 6 (30%) normalmente não recebem água tratada através de SAC e/ou SAI. Resultados com todos os 20 municípios e suas formas de abastecimento revelam a presença de 785 (31,3%) amostras fora dos padrões quanto ao parâmetro microbiológico coliforme total, 88 (9%) provenientes de SAA, 497 (41,7%) provenientes de SAC e 200 (58,5%) provenientes de SAI. Conclui-se que existe uma relação direta entre a forma de abastecimento de água (tratada ou não tratada) e os padrões de potabilidade conforme a Portaria nº 518/2004. Os resultados apontam para a necessidade de maior cuidado dos gestores municipais com o abastecimento de água nos seus municípios, sendo de extrema necessidade e importância o tratamento da água na prevenção, proteção e promoção da saúde da população.
Abstract The treatment of water for human consumption is a public policy for prevention of water-related diseases in the country. The VIGIAGUA is a national program coordinated by the Ministry of Health/Secretariat of Health Surveillance which presents, among its responsibilities, the monitoring of the microbiological parameter (total coliform and thermotolerant coliform/E. coli) in supply water. This research aimed at describing the prevalence of non-standard samples of potability for the parameter total coliform through the analysis of 2.506 samples from the 20 municipalities which integrate the 17th Regional Coordination of Health/RS, in 2010. The main variables were the results of the analysis of the water samples on three supply ways provided in the municipalities: SAA (treated water), SAC or SAI. The data show that 14 (70%) municipalities receive treated water through SAA and 6 (30%) usually do not receive treated water through SAC and/or SAI. Results with all 20 municipalities and their forms of supply reveal the presence of 785 (31,3%) samples out of the standards regarding the microbiological parameter total coliform, 88 (9%) come from SAA, 497 (41,7%) come from SAC and 200 (58,5%) come from SAI. It is possible to conclude that there is a direct relation between the form of water supply (treated or untreated) and the potability standards in accordance with Ordinance n° 518/2004. The results point towards the necessity of more care from the municipal managers regarding the water supply on their municipalities, while it is extremely necessary and important to treat the water for the prevention, protection and promotion of the population health.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/67791
Arquivos Descrição Formato
000871786.pdf (1.431Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.