Repositório Digital

A- A A+

Avaliação das atividades antibacteriana e amebicida dos extratos aquoso e etanólico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze

.

Avaliação das atividades antibacteriana e amebicida dos extratos aquoso e etanólico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação das atividades antibacteriana e amebicida dos extratos aquoso e etanólico de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze
Outro título Antibacterial and amebicidal activy evaluation of aqueous and ethanolic extracts of Acanthospermum australe (Loefl.) o. Kuntze
Autor Castro, Luis Cesar de
Orientador Van der Sand, Sueli Terezinha
Co-orientador Germani, Jose Carlos
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola e do Ambiente.
Assunto Acanthospermum australe
Amebicidas
Antibacterianos
Asteraceae
Citotoxicidade
Resumo As plantas medicinais têm sido amplamente empregadas, constituindo parte das ferramentas terapêuticas utilizadas no controle das mais variadas moléstias humanas. Neste estudo, foi objetivado a verificação das atividades antibacteriana e antiparasitária de extratos aquoso e etanólico de Acanthospermum australe. Os extratos etanólico e aquoso de Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze foram obtidos por maceração estática a frio em etanol/água (9:1), e por infusão, em água deionizada, a 90°C, respectivamente. Ambos foram filtrados e os solventes removidos a 40°C, a pressão reduzida. O rendimento do extrato etanólico foi de 12,8% p/p e do extrato aquoso foi de 17,1% p/p. Os extratos secos foram reconstituídos em metanol para obter concentração final de 100 g/mL e 200 g/mL. A atividade antibacteriana dos extratos foi avaliada frente às bactérias Staphylococcus aureus (ATCC 6538P) e Escherichia coli (ATCC 25922), pelo método de difusão em ágar, e a atividade amebicida frente à A. polyphaga (ATCC 30461). O efeito citotóxico dos extratos foi testado em células de mamíferos utilizando brometo de 3-[4,5-dimetil-tiazol2-il]-2,5-difeniltertrazólio (MTT), sendo que ambos apresentaram efeito citotóxico contra células de linhagem VERO (ATCC CCL-81). Foi observada a inibição de crescimento dos microrganismos bacterianos por ambos os extratos, nas concentrações testadas. O extrato etanólico, na concentração de 10 mg/mL, apresentou 100% de letalidade a trofozoítos de A. polyphaga (ATCC 30461) nas concentrações de 10, 5, 2,5, 1,25 e 0,625 mg/mL, em 24 h. Paralelamente, foi realizada a análise fitoquímica dos extratos aquoso e etanólico para a determinação de compostos fenólicos (taninos, flavonóides, ácidos fenólicos e antraquinonas), alcalóides e compostos terpênicos. Os extratos apresentaram perfis qualitativamente semelhantes, caracterizados pela presença de taninos, flavonóides, ácidos fenólicos e compostos terpênicos.
Abstract Medicinal plants have been widely employed, constituting part of the therapeutic tools used in the control of various human diseases. In this study, was aimed do verify the antibacterial and amebicidal active evaluation of aqueous and athanolic extracts of Acanthospermum austral. The aqueous and ethanolic extracts of Acanthospermum australe (Loefl.) O. Kuntze were obtained by static maceration in cold ethanol / water (9:1), and infusion in deionized water at 90°C, respectively. Both were filtered and the solvents were removed at 40°C under reduced pressure. The yield of a ethanolic extract was 12.8% p/p and the aqueous extract was 17.1% w/p. The dried extracts were reconstituted in methanol to obtain final concentration of 100 g/mL and 200 g/mL. The antibacterial activity of extracts was evaluated against the bacteria Staphylococcus aureus (ATCC 6538P) and Escherichia coli (ATCC 25922) by agar diffusion method, and the amebic activity against A. Polyphaga (ATCC 30461). The cytotoxic effect of the extracts was tested in mammalian cells using bromide of 3-[4,5-dimethyl-tiazol2-yl]-difeniltertrazólio -2.5 (MTT), both of which showed cytotoxic effect against Vero cell line (ATCC CCL -81). It was observed inhibition of bacterial growth of microorganisms by both extracts at the concentrations tested. The ethanolic extract at a concentration of 10 mg/mL, showed 100% lethality of the trophozoites of A. Polyphaga (ATCC 30461) in concentrations of 10, 5, 2.5, 1.25 and 0.625 mg / mL in 24 hours. In parallel, we performed the phytochemical analysis of aqueous and ethanolic for the determination of phenolic compounds (tannins, flavonoids, phenolic acids and anthraquinones), alkaloids and terpene compounds. The extracts showed qualitatively similar profiles, characterized by the presence of tannins, flavonoids, phenolic acids and terpene compounds.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/67900
Arquivos Descrição Formato
000873872.pdf (693.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.