Repositório Digital

A- A A+

Trabalho voluntário, características demográficas, sócioeconômicas e autopercepção da saúde de idosos de Porto Alegre

.

Trabalho voluntário, características demográficas, sócioeconômicas e autopercepção da saúde de idosos de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Trabalho voluntário, características demográficas, sócioeconômicas e autopercepção da saúde de idosos de Porto Alegre
Outro título Voluntary work, demographic, social and economic features and health self-perception by elderly people from Porto Alegre (Brazil)
Outro título Trabajo voluntario, características demográficas, socioeconómicas y autopercepció de la salud de ancianos en Porto Alegre (Brasil)
Autor Souza, Luccas Melo de
Lautert, Liana
Hilleshein, Eunice Fabiani
Resumo Trata-se de um estudo transversal e comparativo, que objetivou descrever as características demográficas, socioeconômicas e de saúde de idosos que realizam trabalho voluntário em uma Organização Não Governamental de Porto Alegre, e investigar a influência do trabalho voluntário e suas características sobre a autopercepção da saúde desse grupo de idosos, comparando-o com um grupo pareado de idosos que não realizam trabalho voluntário. Verificou-se, por meio de entrevistas, que 87,4% dos idosos voluntários eram mulheres, com ensino médio completo, renda própria e adeptos a práticas religiosas e de saúde. Quando comparados os dados dos grupos de idosos voluntários e não-voluntários, foi mais frequente o relato de autopercepção da saúde ótima nos voluntários (30,5% versus 6,1%, p=0,054). Pela análise multivariada, realizar trabalho voluntário e possuir um número menor de doenças influenciaram a autopercepção positiva da saúde (p<0,05). Os resultados fornecem subsídios para a hipótese de que o trabalho voluntário atue como um mecanismo de promoção da saúde desses idosos.
Resumen Se trata de un estudio transversal, comparativo, que apuntó a describir las características demográficas, socioeconómicas y de salud de ancianos que realizan trabajo voluntario en una Organización No Gubernamental de Porto Alegre (Brasil), e investigar la influencia del trabajo voluntario de tales características en la autopercepción de la salud de ese grupo de ancianos, comparándolo con un grupo testigo de ancianos que no realizan trabajo voluntario. Se verificó a través de entrevistas que el 87,4% de los ancianos voluntarios son mujeres, con enseñanza media completa, renta propia y adeptos a prácticas religiosas y de salud. Realizada la comparación de los datos obtenidos con los correspondientes al grupo testigo de no voluntarios, fue más frecuente el relato de autopercepción de salud óptima en los voluntarios (30,5% vs 6,1%, p=0,054). De acuerdo al análisis multivariado, realizar trabajo voluntario y poseer un número menor de enfermedades influenciaron la autopercepción positiva de la salud (p<0,05). Los resultados respaldan la hipótesis de que el trabajo voluntario actúa como un mecanismo de promoción de la salud de tales ancianos.
Abstract The objective of this cross-sectional, comparative study was to describe the demographic, socioeconomic and health characteristics of elderly voluntary workers of a Non-governmental organization of Porto Alegre, and investigate the influence of voluntary work and the referred characteristics on the subjects’ self-perception of health, compared to a paired group of elderly individuals who did not perform any voluntary work. Through interviews it was found that 87.4% of the elderly voluntary workers were women, with complete secondary education, had their own income and followed a religion and a healthy lifestyle. The comparison of data from both groups showed that self-perception of great health was more common among voluntary workers (30.5% compared to 6.1%, p=0.054). Multivariate analysis revealed that performing voluntary work and having fewer diseases influenced the individuals’ having a positive self-perception of their health (p<0.05). Study results support the hypothesis that voluntary work may be a mechanism of health promotion among the elderly.
Contido em Revista da Escola de Enfermagem da USP. São Paulo. Vol. 44, n.3 (set. 2010), p. 561-569
Assunto Envelhecimento
Saúde do idoso
Trabalho voluntário : Idoso
[en] Aged
[en] Aging
[en] Health of the elderly
[en] Nursing
[en] Voluntary workers
[es] Anciano
[es] Enfermería
[es] Envejecimiento
[es] Salud del anciano
[es] Trabajadores voluntarios
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/69687
Arquivos Descrição Formato
000757954.pdf (145.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000757954-02.pdf (139.6Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.