Repositório Digital

A- A A+

Participação, identidade e variação na EJA : o uso variável da concordância nominal de número como recurso simbólico e estilístico na construção de uma comunidade de prática na sala de aula de língua portuguesa

.

Participação, identidade e variação na EJA : o uso variável da concordância nominal de número como recurso simbólico e estilístico na construção de uma comunidade de prática na sala de aula de língua portuguesa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Participação, identidade e variação na EJA : o uso variável da concordância nominal de número como recurso simbólico e estilístico na construção de uma comunidade de prática na sala de aula de língua portuguesa
Autor Mangabeira, Andréa Burgos de Azevedo
Orientador Simões, Luciene Juliano
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Comunidade
Concordância nominal
Educação de jovens e adultos
Identidade
Língua portuguesa
Lingüística aplicada
Prática social
Sala de aula
Variação
Variação lingüística
[en] Adult education
[en] Communities of practice
[en] Linguistic variation as social practice
Resumo Este trabalho buscou estabelecer relações entre a construção de identidades em uma comunidade de prática (WENGER, 1998) e a variação na Concordância Nominal de Número como uma prática social na fala de seus participantes. Para isto, se apoiou no conceito de comunidades de prática e de participação periférica legitimada (LAVE e WENGER, 1991), com vistas a observar, delimitar e analisar uma comunidade de prática emergente na sala de aula de Língua Portuguesa na EJA, por meio da interpretação das relações sociais estabelecidas por e entre seus membros no processo de construção de suas identidades de participação nesta comunidade. A investigação aconteceu por meio de observação participante em uma T4 (totalidade 4) da escola aqui denominada Centro do Trabalhador, localizada no centro de Porto Alegre, e historicamente constituída como uma escola para Adultos trabalhadores. A análise dos dados mostrou a emergência das categorias sociais de Jovens e Adultos reificadas no discurso dos participantes e na constituição social e histórica da escola. Além disso, foram encontradas categorias emergentes de participação na comunidade de prática analisada, mostrando que a negociação do status de participante pleno, periférico e marginalizado na comunidade de prática em questão é dinâmica e constante. A partir destas categorias locais, realizou-se uma análise qualitativa/interpretativa da variação na Concordância Nominal de Número na fala dos participantes na prática da comunidade, que acontece na sala de aula de Língua Portuguesa, e uma análise interpretativa, mas também quantitativa de suas taxas de aplicação de Concordância Padrão nas entrevistas individuais realizadas. A análise conjunta dos dados de variação linguística e interação na comunidade de prática em questão mostrou que esta variável linguística é utilizada localmente pelos participantes como recurso simbólico, ao fazerem movimentos estilísticos, no sentido de construir suas identidades de participação na comunidade de prática analisada, bem como a relação deste uso local com resultados macrossociais encontrados por pesquisas anteriores de larga escala. Este resultado evidencia a importância da associação entre pesquisas interpretativas locais e pesquisas quantitativas macrossociais para um entendimento mais aprofundado dos significados sociais da variação linguística, bem como para compreender as relações destes significados com a constituição de espaços e relações sociais diversas, como as que se estabelecem na escola e na sala de aula de Língua Materna mais especificamente.
Abstract This paper aimed to establish relations between identity construction in a community of practice (WENGER, 1998) and linguistic variation on number nominal agreement as a social practice in the speech of its participants. The work has been based in the concepts of communities of practice and legitimate peripheral participation (LAVE and WENGER, 1991), in order to observe, delimitate and analyze an emergent community of practice in an Adult’s education Portuguese classroom, through the interpretation of social relations established by and among its members in the construction process of their participation identities in this community. The investigation took place through participant observation in a T4 (fourth totality) of a school denominated Centro do Trabalhador, situated in Porto Alegre, and historically constituted as a school for working adults. Data analysis has shown the emergence of Young and Adult social categories reified in participants’ discourse and in the school social and historical constitution. Moreover, emergent categories of participation in the observed community of practice have also been found, showing that the negotiation of full, peripheral and marginalized participant status in this community of practice is dynamic and constant. From these local categories, a qualitative/interpretative analysis of number nominal agreement variation in the speech of the participants in the community of practice was performed, as well as an interpretative, but also quantitative, analysis of their application rate for the standard variant in individual interviews. The combined analysis of linguistic variation data and data from interaction in the community of practice has shown that this linguistic variable is locally used as a symbolic resource by the community members, as they perform stylistic moves to construct their participation identities in the community of practice here analyzed, and also has pointed in the direction of a correlation between these local uses and macrosocial results found by large scale survey studies. These results bring up the importance of articulating local interpretative researches and large scale quantitative researches in order to achieve a deeper comprehension of linguistic variation social meanings, as well as to understand better the correlations between these meanings and the constitution of different social relations and spaces, such as those that emerge in the school and, more specifically, in first language classrooms.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/69834
Arquivos Descrição Formato
000874716.pdf (2.772Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.