Repositório Digital

A- A A+

A organização do ambiente escolar, no contexto da educação infantil inclusiva : dimensionadando a estrutura na relação com a aprendizagem

.

A organização do ambiente escolar, no contexto da educação infantil inclusiva : dimensionadando a estrutura na relação com a aprendizagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A organização do ambiente escolar, no contexto da educação infantil inclusiva : dimensionadando a estrutura na relação com a aprendizagem
Autor Lepper, Cláudia Wannmacher
Orientador Freitas, Claudia Rodrigues de
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de especialização educação especial: processos inclusivos.
Assunto Acessibilidade
Educação infantil
Inclusão escolar
Resumo Este trabalho teve como objetivo pesquisar como as adaptações Curriculares, Pedagógicas e Físicas vem acontecendo nas Escolas Infantis da Rede Municipal de Porto Alegre, com vistas a sustentar a aprendizagem de crianças referidas como tendo Necessidade Educativas Especiais. Como suportes de análise foram tomados às referências Legais do MEC como Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e os Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil (RCNEI). Utilizou-se como metodologia entrevistas semiestruturadas em cinco escolas infantis da Rede Municipal. As escolas foram escolhidas tendo dois critérios: O primeiro a proximidade do local onde a pesquisadora realiza suas funções de docente. O segundo critério era o de que estas escolas fossem atendidas pela mesma assessoria de Educação Precoce (EP) e Psicopedagogia Inicial (PI). Ao concluir a pesquisa observou-se que das escolas selecionadas apenas duas tinham crianças consideradas com Necessidades Educacionais Especiais. A Escola alegoricamente chamada de “Luxo Infantil” tinha sete crianças incluídas e por ser um Jardim de Praça (atender apenas um turno seus alunos e não tempo integral) sobravam vagas e eram preenchidas pela assessoria ou pela comunidade. A segunda escola chamada de “Acessibilidade” tinha uma criança que entrou via Ministério Público. As duas escolas que possuem alunos “incluídos” tem adaptações físicas. Nas escolas referidas foram observadas alterações curriculares e pedagógicas na intenção de melhor atender a criança, tendo como propósito a aprendizagem. Esta “adaptação” na escola Acessibilidade as evidências dão motivos para acreditar que as adaptações pedagógicas e curriculares eram mais “acomodação” da criança a estrutura da escola do que uma adequação da escola as necessidades da Criança. Na Escola “Luxo Infantil” observou-se um envolvimento do conjunto da escola em adequar o currículo e as propostas pedagógicas aos seus alunos.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/69853
Arquivos Descrição Formato
000875066.pdf (399.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.