Repositório Digital

A- A A+

Adaptação e flexibilização curricular : caminhos, discussões e possibilidades

.

Adaptação e flexibilização curricular : caminhos, discussões e possibilidades

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação e flexibilização curricular : caminhos, discussões e possibilidades
Autor Truda, Carla Andréa Luvizetto Selistre
Orientador Viegas, Luciane Torezan
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de especialização educação especial: processos inclusivos.
Assunto Currículo
[en] Adaptation
[en] Curriculum
[en] Flexibility
Resumo O presente estudo trata da temática “adaptações e flexibilizações curriculares, discussões e possibilidades” e teve como objetivo pesquisar de que maneira devem ser feitas as adaptações e flexibilizações curriculares a que têm direito os alunos em situação de deficiência, asseguradas na legislação vigente. As questões de pesquisa trataram dos conceitos e práticas de flexibilização e adaptação curricular, definidos ao longo do texto com base nas diferentes concepções teóricas pesquisadas. Autores como Coll, Perrenoud, Carvalho, Silva e Minetto contribuíram para a revisão teórica que sustentou as reflexões contidas no texto. A metodologia de pesquisa com abordagem bibliográfica, contribuiu para relacionar o problema de pesquisa com a investigação de informações bibliográficas, documentos e obras que fundamentaram a busca por respostas para as questões levantadas: Por que e o que flexibilizar e adaptar? O que adaptar e flexibilizar: currículos ou conteúdos? E, finalmente: De que maneira é possível implementar a adaptação e flexibilização curricular? Estabelece-se definições de currículo, conteúdos, adaptações e flexibilizações curriculares, entendendo seus papéis na organização escolar, bem como perpassam a prática vigente na escola. Ao entender os conceitos, pode-se definir o objeto das adaptações e flexibilizações: conteúdos ou currículos, podendo traçar metas e estratégias de ação para implementação das adaptações e flexibilizações curriculares. Parte-se do pressuposto que para adaptar e flexibilizar currículo é necessário a crença que toda criança pode aprender, tendo deficiência ou não, bem como a concepção de currículo vigente no Projeto Político Pedagógico, definirá os conteúdos como mera listagem para transmissão dos mesmos ou como sugestões que propiciem a construção de conhecimento. O estudo conclui que para adaptar e flexibilizar um currículo é necessário que o Projeto Político Pedagógico contemple estas mudanças bem como seja analisado por uma equipe multidisciplinar a necessidade efetiva desta alteração e o caráter individual da mesma, uma vez que as adaptações e flexibilizações são únicas para cada indivíduo em situação de inclusão. É premente definir competências que se quer alcançar para poder saber se se faz necessário ou não adaptar e flexibilizar um currículo, bem como ao professor cabe também, desacomodar-se e não prender-se ao diagnóstico como limitador, percebendo seu caráter capacitador. Por fim, adaptar e flexibilizar currículo exige que o professor receba formação, busque capacitação e tenha vontade aliada ao conhecimento, para incluir o aluno em qualquer condição na escola regular e no ensino comum.
Abstract This study treats the subjects “curricular adapting and flexibility, discussion and possibilities.” Their target was how can do the curricular adaptions and ductility, considering defective situations- both legally assured. This research is about concept and pratic of flexibility and curriculum adapting, in order to define them based in different theories. Authors like Coll, Perrenoud, Carvalho, Silva e Minetto contributed to the theoric review and supported the reflexions in the text. The research methodology with bibliography contributed to link the problems with the investigative matters, documents and pieces well-founded by questions such as: Why do we bend and adapt? Wich do we do: to adapt curriculum or subjects? And finally- how can we improve and adapt this flexibility? We get a definition of curriculum, subjects, adaptations and flexibilities; we must understand their places on scholar organization. When we understand them, we organize targets and goals, the strategies to implement our adaptations. We begin that it’s necessary to understand every children can learn, being defficient or not, and the curriculum in the Politic Pedagogic Project will define the subjects as a suggestion to “build knowledge”. The conclusion is to adapt and flexibiling the curriculum it’s necessary that Pedagogic Plan may bring these changes analysed by a multiply team, the main necessity of this changing be the one for each child- because they are so different at this situation. The teacher can’t be chained to old standards or linked to limited diagnostics. A true teacher must perceive the level of capacity on a diagnostic. Indeed, to adapt and flexibilize curriculum asks that the teacher receives information, find out capacity and links determination to knowledge, to include the students in any condition at regular school and common teaching.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/69877
Arquivos Descrição Formato
000875140.pdf (109.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.