Repositório Digital

A- A A+

Suprimento de micronutrientes, adequação energética e progressão da dieta enteral em adultos hospitalizados

.

Suprimento de micronutrientes, adequação energética e progressão da dieta enteral em adultos hospitalizados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Suprimento de micronutrientes, adequação energética e progressão da dieta enteral em adultos hospitalizados
Outro título Adequacy of energy and micronutrient supply and progression of enteral diet in hospitalized adult patients
Autor Luft, Vivian Cristine
Vieira, Diego de Matos
Beghetto, Mariur Gomes
Polanczyk, Carisi Anne
Mello, Elza Daniel de
Resumo Objetivo Avaliar a adequação da dieta enteral, em termos de micronutrientes e energia e identificar fatores interferentes na progressão da dieta enteral prescrita a adultos hospitalizados em um hospital geral de alta complexidade. Métodos Entre junho de 2004 e maio de 2005, adultos internados em um hospital de alta complexidade do sul do Brasil foram avaliados quanto às suas características clínicas e da prescrição da nutrição enteral. As características da nutrição enteral foram avaliadas e comparadas às recomendações diárias de ingestão, obtendo-se o percentual de adequação de nutrientes prescritos na dieta enteral em relação aos valores de recomendação para cada paciente. Os fatores associados à prescrição de energia foram identificados por meio de Regressão Linear Múltipla. Resultados Foram acompanhados 230 pacientes em uso de nutrição enteral. As recomendações diárias foram alcançadas satisfatoriamente para vitaminas hidrossolúveis (exceto ácido fólico), lipossolúveis (exceto vitamina D) e minerais (exceto cálcio). Em média, as prescrições iniciais de nutrição enteral ofereceram 24,0kcal/kg/dia (desvio-padrão=10,8, e valores mínimo e máximo de 4,3 a 69,2), e progrediram até 28,4kcal/kg/dia (desvio-padrão=11,8, valores mínimo e máximo de 1,4 a 69,2). A recomendação de 25 a 35kcal/kg/dia foi prescrita para 32,6% dos pacientes. Para 15,7% dos pacientes foram prescritas acima de 40kcal/kg/dia. Somente o índice de massa corporal e o número de dias de hospitalização, ajustados para a quantidade de energia já inicialmente prescrita, associaram-se de forma independente à prescrição energética final. Conclusão Pequena proporção das prescrições esteve adequada em relação à quantidade de energia, e a progressão da dieta enteral ocorreu independentemente das características clínicas dos pacientes.
Abstract Objective To asses the adequacy of enteral diet, in terms of micronutrients and energy and to identify factors that interfere in the progression of enteral diets prescribed to adults hospitalized in a high complexity general hospital. Methods From June 2004 to May 2005, adult patients hospitalized in a high complexity hospital, in Southern Brazil, were assessed in terms of enteral diet prescription and clinical characteristics. The characteristics of the enteral nutrition were assessed and compared with the recommended daily intakes, obtaining percentages of nutrient adequacy of the enteral diet. Factors associated with energy prescription were identified by multiple linear regression. Results Two hundred and thirty tube-fed patients were followed. The dietary reference intakes were satisfatory met for water-soluble vitamins (except for folic acid), fat-soluble vitamins (except for vitamin D) and minerals (except for calcium). The mean initial energy prescription was 24.0 kcal/kg/day (standard deviation=10.8, minimum and maximum values ranging from 4.3 to 69.2kcal/kg/day) and progressed to 28.4kcal/kg/day (standard deviation=11.8, minimum and maximum values ranging from 1.4 to 69.2kcal/kg/day).The recommendation of 25 to 35kcal/kg/day was prescribed to 32.6% of patients. Forty or more kcal/kg/day was presuibed to 15.7% of the patients. Only body mass index and the number of hospital stay days, adjusted to the energy prescribed at the beginning, were independently associated with the final energy prescription. Conclusion A small proportion of the prescriptions were adequate in terms of Kcal/kg/day, and the progression of enteral diet occurs regardless of the clinical characteristics of the patients.
Contido em Revista de nutrição. Campinas. Vol. 21, n. 5 (set./out. 2008), p. 513-523
Assunto Adulto
Dietoterapia
Nutrição enteral
Terapia nutricional
[en] Adult
[en] Diet therapy
[en] Enteral nutrition
[en] Nutrition therapy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/69889
Arquivos Descrição Formato
000697739.pdf (191.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.