Repositório Digital

A- A A+

Contágio entre mercados financeiros : uma análise via cópulas não paramétricas

.

Contágio entre mercados financeiros : uma análise via cópulas não paramétricas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Contágio entre mercados financeiros : uma análise via cópulas não paramétricas
Autor Silva Junior, Julio Cesar Araujo da
Orientador Ziegelmann, Flavio Augusto
Co-orientador Torrent, Hudson da Silva
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Brasil
Econometria
Estimação
Inferência estatística
Mercado financeiro
[en] Copula
[en] Financial contagion
[en] Financial data
[en] Kernel estimators
Resumo O aumento dos fluxos globais comerciais e financeiros, a partir da década de 90, e as diversas crises ocorridas até o atual período fizeram da avaliação de contágio um tema extremamente relevante, tanto para investidores quanto para formuladores de política. Nesse sentido, a presente dissertação tem como objetivo testar a hipótese de contágio financeiro para os mercados de Brasil, Inglaterra e Espanha em face à última crise americana de 2008. Para tanto, desenvolveu-se o artigo que integra o Capítulo 2 - a espinha dorsal deste trabalho - com dados diários dos retornos dos índices de Jan/2004 a Jun/2011. No âmbito da metodologia de cópulas, adotou-se uma estratégia empírica com base em duas etapas: i) a estimativa não paramétrica de cópulas, via kernel, utilizando o método desenvolvido em Fermanian et al. (2002) e a avaliação através de uma abordagem de bootstrap, sobre a ocorrência de um aumento significativo nas medidas de dependência delas extraídas; ii) testes sobre a igualdade entre cópulas empíricas, conforme proposto por Remillard e Scaillet (2009), a fim de verificar se houve mudança na estrutura de dependência a partir da crise. Os resultados obtidos nas duas etapas da estratégia empírica são semelhantes e sugerem a existência de contágio financeiro para os países analisados no período estudado.
Abstract The increase in global trade and financial flows since the 90’s, and the various crises in the current period until these days made contagion an extremely important issue for both investors and policy makers. Accordingly, this dissertation aims to test the hypothesis of financial contagion between USA and markets in Brazil, England and Spain in the face of the last USA crisis of 2008. To this end, we produce the article in Chapter 2 - the backbone of this work - with daily data of index-returns from Jan/2004 to Jun/2011. Under the scope of copula methodology, we addopt an empirical strategy based on two steps: i) estimating nonparametric copulas via kernel, using the method developed in Fermanian et al. (2002) and assessing through a bootstrap approach whether a significant change in dependence measures extracts thereof, ii) testing whether two empirical estimated copulas are the same, as proposed by Remillard e Scaillet (2009), to check again whether dependence structures change with crisis. The results obtained in these two steps of the empirical strategy are similar and suggest the existence of financial contagion between the countries analysed in the studied period.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/69996
Arquivos Descrição Formato
000863468.pdf (3.666Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.