Repositório Digital

A- A A+

Da revolução industrial à revolução da informação : uma análise evolucionária da industrialização da América Latina

.

Da revolução industrial à revolução da informação : uma análise evolucionária da industrialização da América Latina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Da revolução industrial à revolução da informação : uma análise evolucionária da industrialização da América Latina
Autor Conceição, César Stallbaum
Orientador Faria, Luiz Augusto Estrella
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto América Latina
Economia industrial
Industrialização
Mudança tecnológica
Revolução Industrial
Teoria evolucionária
[en] Economic growth
[en] Industrialization
[en] Institutions
[en] Technical change
Resumo A tese analisa o processo de desenvolvimento econômico capitalista de longo prazo como resultado de um processo evolucionário de mudança tecnológica e institucional para explicar as distintas trajetórias de crescimento e de industrialização observadas na economia mundial. O trabalho assume que o desenvolvimento capitalista é resultado do surgimento e difusão das sucessivas ondas de mudança estrutural provocadas pela emergência das revoluções tecnológicas e paradigmas tecnoeconômicos. Assume-se que os países que avançam no processo de industrialização e seguem trajetórias exitosas de crescimento sustentado dos níveis de renda e produtividade, historicamente, são países que possuem (ou buscam construir) o conjunto de instituições necessárias para o desenvolvimento das novas tecnologias e indústrias chave de cada período. A partir dessa perspectiva, a hipótese central da tese é de que as revoluções tecnológicas emergem nos países industrialmente avançados e se propagam tardiamente para os países da periferia, permitindo assim, o processo de industrialização desses países. Nesse contexto, busca-se mostrar que o processo de industrialização da América Latina ocorreu na fase de esgotamento da quarta revolução tecnológica viabilizado pela propagação tardia das indústrias do paradigma para a periferia. No entanto, esse processo se deu com transferência de tecnologia estrangeira nos setores mais dinâmicos do paradigma sem exigir o desenvolvimento institucional adequado para o avanço das capacidades tecnológicas nacionais capazes de permitir o ingresso no novo paradigma, marcado pela revolução da informação. Como resultado, a América Latina ingressou em uma trajetória de lento crescimento industrial e de elevada participação de setores intensivos em recursos naturais e de baixa intensidade tecnológica. Por outro lado, os países da Ásia avançaram com sucesso nas novas indústrias da tecnologia da informação, por construírem instituições adequadas ao desenvolvimento das capacidades tecnológicas das firmas nacionais durante o período de substituição de importações, resultando no rápido crescimento da renda per capita e da produtividade para níveis convergentes com a fronteira tecnológica.
Abstract The thesis analyzes the process of capitalist economic development as a result of the evolutionary process of institutional and technological change to explain the different trajectories of growth and industrialization observed in the world economy. The capitalist development can be understood as a result of the rise and spread of successive waves of structural change caused by the emergence of technological revolutions and techno-economic paradigms. It is assumed that countries that go forward in the industrialization process and follow successful trajectories of sustained growth of productivity and income levels, historically, are countries that have (or manage to build) the appropriate set of institutions required for the development of new technologies and key industries in each period. From this perspective, the central hypothesis of the thesis is that technological revolutions emerge in industrial advanced countries and spread later to the periphery, allowing the process of industrialization in these countries. In this context, the Latin America industrialization process occurred at the stage of exhaustion of the fourth technological revolution enabled by the late spread of these core industries to the periphery. This process happened with foreign technology transfer in the most dynamic sectors of the paradigm without requiring the appropriate institutional development for the advancement of national technological capabilities to progress to the new paradigm, marked by the information technology revolution. As a result, Latin America entered in a divergent growth trajectory of per capita income and productivity with advanced countries, marked by slow growth and industrial increasing share of intensive in natural resources and low-technology intensity sectors. In turn, Asian countries did the catching up in the new industries of information technology by building appropriate institutions for the development of technological skills of domestic firms during the process of industrialization, resulting in the fast growth of per capita income and productivity levels convergent with the technological frontier.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/70004
Arquivos Descrição Formato
000874620.pdf (1.983Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.