Repositório Digital

A- A A+

Uso de medicamentos por crianças menores de seis anos e fatores sociodemográficos associados

.

Uso de medicamentos por crianças menores de seis anos e fatores sociodemográficos associados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de medicamentos por crianças menores de seis anos e fatores sociodemográficos associados
Autor Mazzola, Isabelle Vieira
Orientador Dal Pizzol, Tatiane da Silva
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Criança
Medicamentos essenciais
Uso de medicamentos
[en] Child
[en] Drugs
[en] Drug utilization
[en] Essential
[en] Socioeconomic factors
Resumo Este trabalho tem por objetivo avaliar a prevalência e a distribuição do uso de medicamentos em crianças menores de 6 anos em Bagé, RS, de acordo com as características sociodemográficas das crianças e cuidadores, bem como avaliar se os medicamentos utilizados pertencem à Lista Modelo de Medicamentos Essenciais para Crianças da OMS. Foram entrevistados 687 cuidadores de crianças menores de 6 anos entre 13 de abril e 25 de maio de 2009. Foram coletados dados sociodemográficos das crianças e cuidadores e a utilização de medicamentos com ou sem prescrição médica nos 15 dias anteriores à entrevista. A prevalência de uso de medicamentos foi de 52%, com um total de 597 medicamentos utilizados, com uma média de 1,7 medicamentos/criança. Em relação as características sociodemográficas não foram constatadas diferenças entre os grupos (tabela 1). Os analgésicos representaram o grupo terapêutico mais utilizado (16,6%), seguido de “outros produtos terapêuticos” (13,2%) e dos antibacterianos de uso sistêmico (11,7%). Esses dados podem refletir a suscetibilidade dessas crianças a processos infecciosos, principalmente respiratórios. Dos medicamentos utilizados, 57,3% não constavam na lista da OMS. Concluiu-se que existe a necessidade de mais estudos sobre o uso de medicamentos em crianças e da necessidade de listas nacionais de medicamento essenciais para crianças.
Abstract This study aims to evaluate the prevalence and distribution of the medication use by children, younger than 6 years old, living at Bage - RS, according to the children’s and caregiver’s sociodemographic characteristics, and to evaluate if those medications belong to the “Model List of Essential Medicines Children” of WHO. We interviewed 687 caregiver of children younger than six years old , between April 13th and May 25th, 2009. We collected demographic data of the children and of the caregivers, about the medication use with or without prescription at the fifteen days preceding the interview. The prevalence of medication use was 52%, with a total of 597 medications used, with an average of 1.7 medications per child. Regarding the sociodemographic characteristics, were not found differences between the different groups (Table 1). The most used therapeutic group were the analgesics (16.6%), followed by "other therapeutic products" (13.2%) and antibiotics for systemic use (11.7%). These data may reflect the susceptibility of these children to the infectious diseases, especially respiratory ones. Of all the analyzed medications, 57.3% did not belong to the WHO list. It was concluded that there is a need for further studies on the use of medicines in children and the need for national lists of essential medicines for children.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70102
Arquivos Descrição Formato
000777375.pdf (951.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.