Repositório Digital

A- A A+

A utilização de imunoensaios na detecção de substâncias psicoativas

.

A utilização de imunoensaios na detecção de substâncias psicoativas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A utilização de imunoensaios na detecção de substâncias psicoativas
Autor Boehl, Paula Otero
Orientador Limberger, Renata Pereira
Co-orientador Comiran, Eloisa
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Análise toxicológica
Imunoensaio
Psicotrópicos
[en] Drug monitoring
[en] Drug test
[en] Immunoassay
[en] On-site test
Resumo A aplicação de imunoensaios na detecção de substâncias psicoativas vem crescendo no contexto de análises toxicológicas. Diferentes matrizes biológicas são empregadas por essa técnica, destacando-se urina, sangue, cabelo, suor e fluido oral, sendo o último, a matriz que está em grande ascensão nas análises de substâncias psicoativas voltadas ao trânsito e ambiente de trabalho. O objetivo do trabalho é realizar uma revisão sobre a aplicação dos imunoensaios na detecção de substâncias psicoativas, bem como as matrizes biológicas mais empregadas para essa finalidade, além de realizar uma avaliação prática da especificidade de um kit de imunonesaio. Os artigos apresentados nesta revisão foram obtidos a partir da busca no banco de dados Pubmed, Science Direct e Portal de Periódicos da CAPES e foi realizado teste de especificidade em kits de cocaína, Δ9-THC e anfetamina, utilizando amostras de fluido oral negativas, adicionadas de solução padrão das substâncias cocaína, anfetamina (AF), alprazolam, diazepam, bromazepam, clonazepam, nitrazepam, oxazepam, lorazepam, cetamina, metilenodioximetanfetamina (MDMA), heroína, anfepramona, delta-9-tetrahidrocanabinol (Δ9-THC), benzocaína, efedrina, cafeína, fenilefrina, femproporex, mazindol, metilfenidato, nicotina, sibutramina e p-sinefrina. O uso de imunoenaios é de grande aplicabilidade em análises toxicológicas de triagem, com muitos estudos sendo realizados na área, os quais conferem subsídios para a aplicação desta técnica em diferentes setores da sociedade para a detecção de substâncias psicoativas. Os kits de imunoensaio testados se mostraram efetivos para a detecção de cocaína e Δ9-THC, não apresentando reatividade cruzada com as substâncias testadas, porém o kit de anfetamina não foi efetivo para a identificação de estimulantes tipo anfetamina (ETA) consumidos no Brasil. Apesar do grande volume de publicações e aplicação desses kits em análises forenses em diversos países, ainda é necessário o desenvolvimento de kits direcionados aos ETAs mais utilizados no Brasil.
Abstract The application of immunoassays for the detection of psychoactive substances is growing in the context of toxicological analysis. Different biological matrices are employed by this technique, especially urine, blood, hair, sweat and oral fluid, the latter being cited the matrix that is in great rise in the analysis of psychoactive substances, mainly in drug and driving control and workplace drug control. The aim of this work is conduct a review of the application of immunoassays for the detection of psychoactive substances, as well as biological matrices commonly employed for this purpose, and performs a practical evaluation of the specificity of an immunoassay kit. The articles presented in this review were obtained from the search in the database PubMed, Science Direct and the Portal de periódicos CAPES, and the specificity test was performed in cocaine, amphetamine and Δ9-THC kits, using oral fluid samples negative were spiked with standard solutions of cocaine, amphetamine (AF), alprazolam, diazepam, bromazepam, clonazepam, nitrazepam, oxazepam, lorazepam, ketamine, methylenedioxymethamphetamine (MDMA), heroin, amfepramone, delta-9-tetrahydrocannabinol (Δ9-THC), benzocaine, ephedrine , caffeine, phenylephrine, fenproporex, mazindol, methylphenidate, nicotine, sibutramine, and p-synephrine. The use of immunoassays is of wide applicability in toxicological analysis of screening, with many studies being conducted in this area, which provide subsidies for the application of this technique in different sectors of society for the detection of psychoactive substances. These tests detect cocaine and Δ9-THC effectively, showing no cross reactivity with the tested substances, but the amphetamine test kit was not effective for the identification of amphetamine type stimulants (ATS) consumed in Brazil. Despite the large volume of publications and application in forensic analysis of these kits in many countries, it is still necessary to develop specialized kits for ATS, for effective control of these substances and application of this technology in Brazil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70119
Arquivos Descrição Formato
000821947.pdf (879.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.