Repositório Digital

A- A A+

Extração com fluido supercrítico e suas aplicações na obtenção de produtos naturais

.

Extração com fluido supercrítico e suas aplicações na obtenção de produtos naturais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Extração com fluido supercrítico e suas aplicações na obtenção de produtos naturais
Autor Santos, Jaqueline Campiol dos
Orientador Von Poser, Gilsane Lino
Co-orientador Vargas, Rubem Mario Figueiro
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Extracao com fluido supercritico
Matéria-prima vegetal : Extração
Produtos naturais
Resumo Extratos vegetais e produtos naturais isolados são amplamente utilizados como matériasprimas em produtos da indústria farmacêutica, cosmética e alimentícia. A extração com solventes orgânicos e a destilação por arraste a vapor constituem os métodos mais utilizados para a obtenção de extratos. No entanto, a baixa seletividade, a utilização de solventes orgânicos tóxicos, a geração de resíduos e a degradação térmica dos compostos de interesse constituem fatores limitantes destes métodos. A extração com fluido supercrítico é uma técnica relativamente nova que representa uma alternativa aos métodos tradicionais de extração, onde o solvente é empregado em condições de temperatura e pressão acima do ponto crítico. Os fluidos supercríticos possuem propriedades intermediárias entre àquelas de substâncias no estado líquido e no estado gasoso, o que confere características únicas que fazem com que possam ser usados como solventes. O dióxido de carbono (CO2), por apresentar valores de pressão e temperatura críticos relativamente baixos (73,8 bar e 31,0 °C), ser não tóxico, não inflamável, não tóxico e de baixo custo, é o solvente de escolha em processos de extração supercrítica. O CO2 no estado supercrítico se mostra adequado para extração de compostos hidrofóbicos ou levemente hidrofílicos, no entanto, a adição de co-solventes polares, como o etanol, pode ser feita visando ao aumento da solubilização de compostos de maior polaridade. Dentre as vantagens da extração supercrítica destacam-se a menor ocorrência de degradação térmica dos compostos extraídos, a ausência de oxigênio e luz durante o processo de extração, a ausência de resíduos de solventes nos extratos e, principalmente, a possibilidade de ajuste das variáveis do processo, podendo assim obter seletividade para as substâncias de interesse. Os objetivos deste trabalho foram realizar uma revisão sobre os fundamentos da técnica de extração supercrítica, bem como apresentar alguns exemplos de aplicações na obtenção de extratos e produtos naturais de origem vegetal.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70133
Arquivos Descrição Formato
000821942.pdf (283.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.