Repositório Digital

A- A A+

A relação entre os mecanismos de defesa e a qualidade da aliança terapêutica em psicoterapia de orientação analítica

.

A relação entre os mecanismos de defesa e a qualidade da aliança terapêutica em psicoterapia de orientação analítica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A relação entre os mecanismos de defesa e a qualidade da aliança terapêutica em psicoterapia de orientação analítica
Outro título The relationship between defense mechanisms and the quality of therapeutic alliance in analytic psychotherapy
Autor Gomes, Fernando Grilo
Freitas, Lucia Helena Machado
Hauck, Simone
Terra, Luciana
Resumo Introdução: O estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade em uma psicoterapia psicanalítica é fundamental para o processo terapêutico. Este estudo avaliou a influência do nível de funcionamento defensivo do paciente na qualidade da aliança terapêutica estabelecida durante a psicoterapia. Método: Para avaliação da qualidade da aliança estabelecida, pacientes em psicoterapia psicanalítica e seus respectivos terapeutas responderam ao Helping Alliance Questionnaire (versão paciente e versão terapeuta, respectivamente). O nível defensivo foi inferido através da Escala de Funcionamento Defensivo proposta no Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais, quarta edição, texto revisado. Resultados: Não houve associação entre o estabelecimento de uma aliança terapêutica de boa qualidade e o nível defensivo do paciente. No entanto, houve diferença significativa quando a versão do terapeuta foi comparada com a respondida pelo paciente: os pacientes estabeleceram uma aliança terapêutica de melhor qualidade em relação a seus terapeutas do que o inverso. Conclusão: O fato de a aliança terapêutica de boa qualidade ter se estabelecido independentemente do nível defensivo do paciente sugere que o treinamento e as características pessoais do terapeuta podem levar a uma capacidade de conectar-se com o paciente, apesar do grau de comprometimento do seu funcionamento psíquico.
Abstract Introduction: The quality of a therapeutic alliance is essential in psychoanalytic psychotherapy and influences the therapeutic process. This study evaluated the relationship between the level of defense mechanisms and the quality of therapeutic alliance established during psychotherapy. Method: Patients in psychotherapy and their respective therapists completed the Helping Alliance Questionnaire (patient version and therapist version, respectively). The level of defenses was inferred by the Defensive Functioning Scale proposed in the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, fourth edition, text revision. Results: There was no association between the quality of therapeutic alliance and the patient’s level of defense mechanisms in this sample. On the other hand, there was a difference when the therapist version was compared to the patient version: patients established a stronger therapeutic alliance in relation to their therapists. Conclusion: The lack of influence of defense level in the quality of therapeutic alliance suggests that the therapist’s training and personal characteristics may lead to the ability of connecting with the patient, despite impairment in their psychic functioning.
Contido em Revista de psiquiatria do Rio Grande do Sul = Journal of psychiatry of Rio Grande do Sul. Vol. 30, n. 2 (maio/ago. 2008), p. 109-114
Assunto Mecanismos de defesa
Psicanálise
Psicoterapia
Terapêutica
[en] Defense mechanisms
[en] Psychoanalysis
[en] Psychotherapy
[en] Therapeutic alliance
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/70177
Arquivos Descrição Formato
000697566.pdf (518.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000697566-02.pdf (210.1Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.