Repositório Digital

A- A A+

Psicoterapia pais-bebê no contexto de malformação do bebê : repercussões no olhar da mãe acerca do desenvolvimento do bebê

.

Psicoterapia pais-bebê no contexto de malformação do bebê : repercussões no olhar da mãe acerca do desenvolvimento do bebê

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Psicoterapia pais-bebê no contexto de malformação do bebê : repercussões no olhar da mãe acerca do desenvolvimento do bebê
Outro título Parent-infant psychotherapy in the context of malformation : implications on the mother’s perception about the baby’s development
Autor Gomes, Aline Grill
Piccinini, Cesar Augusto
Prado, Luiz Carlos
Resumo Introdução: Diante de um bebê com malformação, as representações maternas podem fi car bastante distorcidas. Neste contexto, percebe-se a necessidade de intervenções psicológicas que ajudem os pais a adequar suas representações psíquicas, visando descontaminá-las de projeções e confl itos para facilitar o desenvolvimento físico e psíquico do bebê. Nesse sentido, o presente estudo investigou o impacto da psicoterapia breve mãe-bebê sobre as representações maternas a respeito do desenvolvimento do bebê quando este apresentava uma malformação cardíaca. Método: Relata-se o processo de psicoterapia breve (24 sessões) de uma díade composta por uma mãe de 22 anos e seu bebê de 11 meses. Mostrase, ao longo do tratamento, como foram se dando algumas mudanças no tema vida e crescimento (Stern, 1997). Resultados: Os resultados revelam mudanças, tanto nas representações da mãe sobre o bebê, como na sua postura em relação à busca de informações sobre a malformação e sobre cuidados com o fi lho. Conclusões: Os resultados destacam o benefício da psicoterapia pais-bebê para o contexto de malformação do bebê e, especialmente, para as representações da mãe acerca do desenvolvimento do bebê.
Abstract Introduction: Maternal representations of the infant can be quite distorted when the infant has a malformation. Within this context, there is a need of psychological interventions aimed at helping parents to adapt their psychic representations with the purpose of avoiding projections and confl icts in order to promote the infant’s physical and psychic development. In this sense, the present study investigated the impact of a short-term motherinfant psychotherapy on the maternal representations of the infant’s development when the infant had a cardiac malformation. Method: The short psychotherapy process (24 sessions) of a mother-infant pair is reported. The authors describe how the issue of life and growth changes throughout treatment. Results: The results evidenced several changes in the maternal representations of the infant, as well as the mother’s attitude regarding the search of information on malformation and child care. Conclusions: The results emphasize the benefi t of short mother-infant psychotherapy for the context of infant’s malformation, mainly for the maternal representations of the infant’s development.
Contido em Revista de psiquiatria do Rio Grande do Sul = Journal of psychiatry of Rio Grande do Sul. Porto Alegre. Vol. 31, n.2, (2009), p. 95-104.
Assunto Malformações congênitas
Pesquisa em psicoterapia
Psicoterapia
Relação pais-filhos
[en] Malformation
[en] Psychotherapy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/70190
Arquivos Descrição Formato
000768511.pdf (209.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000768511-02.pdf (181.9Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.