Repositório Digital

A- A A+

Abordagem baseada na análise de redes sociais para estimativa da reputação de fontes de informação em saúde

.

Abordagem baseada na análise de redes sociais para estimativa da reputação de fontes de informação em saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Abordagem baseada na análise de redes sociais para estimativa da reputação de fontes de informação em saúde
Autor Silva, Leila Weitzel Coelho da
Orientador Oliveira, Jose Palazzo Moreira de
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Informática médica
Recuperacao : Informacao
Redes sociais : Saúde
[en] Reputation
[en] Social network
[en] Social network analysis
[en] Twitter
Resumo Internet tem sido uma importante fonte para as pessoas que buscam informações de saúde. Isto é particularmente problemático na perspectiva da Web 2.0. A Web 2.0 é a segunda geração da World Wide Web, onde os usuários interagem e colaboram uns com os outros como criadores de conteúdo. A falta de qualidade das informações médicas na Web 2.0 tem suscitado preocupações com os impactos prejudiciais que podem acarretar. São muitos os aspectos relacionados à qualidade da informação que devem ser investigados, como por exemplo, existe alguma evidência de que o autor tem alguma autoridade no domínio da saúde? Há indícios de que os autores são tendenciosos? Como saber se a fonte de informação tem reputação, como separar as fontes de boa qualidade das outras? Esses questionamentos se tornam mais evidentes quando se faz buscas no Twitter. O usuário precisa por si só selecionar o conteúdo que acredita que tenha qualidade entre as centenas de resultados. Nesse contexto, o principal objetivo deste trabalho é propor e avaliar uma abordagem que permita estimar a reputação de fontes de informação no domínio da saúde. Acredita-se que discussões sobre reputação só fazem sentido quando possuem um propósito e estão inseridas em um contexto. Sendo assim, considera-se que reputação é um atributo que um usuário se apropria quando a informação que ele divulga é crível e digna de confiança. As contribuições desta tese incluem uma nova metodologia para estimar a reputação e uma estrutura topológica de rede baseada no grau de interação entre atores sociais. O estudo permitiu compreender como as métricas afetam o ordenamento da reputação. Escolher a métrica mais apropriada depende basicamente daquilo que se quer representar. No nosso caso, o Pagerank funcionou como um “contador de arcos” representando apenas uma medida de popularidade daquele nó. Verificou-se que popularidade (ou uma posição de destaque na rede) não necessariamente se traduz em reputação no domínio médico. Os resultados obtidos evidenciaram que a metodologia de ordenamento e a topologia da rede obtiveram sucesso em estimar a reputação. Além disso, foi verificado que o ambiente Twitter desempenha um papel importante na transmissão da informação e a “cultura” de encaminhar uma mensagem permitiu inferir processos de credibilidade e consequentemente a reputação.
Abstract The Internet is an important source for people who are seeking healthcare information. This is particularly problematic in era of Web 2.0. The Web 2.0 is a second generation of World Wide Web, where users interact and collaborate with each other as creators of content. Many concerns have arisen about the poor quality of health-care information on the Web 2.0, and the possibility that it leads to detrimental effects. There are many issues related to information quality that users continuously have to ask, for example, is there any evidence that the author has some authority in health domain? Are there clues that the authors are biased? How shall we know what our sources are worth, how shall we be able to separate the bad sources from the good ones? These questions become more obvious when searching for content in Twitter. The user then needs to manually pick out high quality content among potentially thousands of results. In this context, the main goal of this work is to propose an approach to infer the reputation of source information in the medical domain. We take into account that, discussion of reputation is usually not meaningful without a specific purpose and context. Thus, reputation is an attribute that a user comprises, and the information disseminated by him is credible and worthy of belief. Our contributions were to provide a new methodology to Rank Reputation and a new network topological structure based on weighted social interaction. The study gives us a clear understanding of how measures can affect the reputation rank. Choosing the most appropriate measure depends on what we want to represent. In our case, the PageRank operates look alike “edges counts” as the “popularity” measures. We noticed that popularity (or key position in a graph) does not necessarily refer to reputation in medical domain. The results shown that our rank methodology and the network topology have succeeded in achieving user reputation. Additionally, we verified that in Twitter community, trust plays an important role in spreading information; the culture of “retweeting” allowed us to infer trust and consequently reputation.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/70196
Arquivos Descrição Formato
000875016.pdf (4.705Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.