Repositório Digital

A- A A+

Molecular characterization of clinical multiresistant isolates of Acinetobacter sp. from hospitals in Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil=Caracterização molecular de isolados clínicos Acinetobacter sp. multirresistentes em hospitais de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil

.

Molecular characterization of clinical multiresistant isolates of Acinetobacter sp. from hospitals in Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil=Caracterização molecular de isolados clínicos Acinetobacter sp. multirresistentes em hospitais de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Molecular characterization of clinical multiresistant isolates of Acinetobacter sp. from hospitals in Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil=Caracterização molecular de isolados clínicos Acinetobacter sp. multirresistentes em hospitais de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil
Outro título Caracterização molecular de isolados clínicos Acinetobacter sp. multirresistentes em hospitais de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Ferreira, Alessandra Einsfeld
Marchetti, Desirèe Padilha
Cunha, Gabriela Rosa da
Oliveira, lyvia Moreira de
Fuentefria, Daiane Bopp
Dall Bello, Aline Gehlen
Barth, Afonso Luis
Corção, Gertrudes
Resumo Introdução: Hospitais no mundo todo têm apresentado surtos de Acinetobacter sp. multirresistentes. A disseminação destes isolados com uma variedade cada vez maior de genes de resistência torna difícil o tratamento destas infecções e seu controle dentro do ambiente hospitalar. Este trabalho teve como objetivo avaliar a ocorrência e disseminação de isolados de Acinetobacter sp. multirresistentes e identificar genes de resistência adquirida. Métodos: Foram avaliados 274 isolados clínicos de Acinetobacter sp. obtidos de cinco hospitais da Cidade de Porto Alegre, RS, Brasil. Avaliamos o perfil de suscetibilidade a antimicrobianos, genes de resistência adquirida das classes B e D de Ambler e realizamos a tipificação molecular dos isolados utilizando a técnica de enterobacterial repetitive intergenic consensus-polymerase chain reaction (ERIC-PCR). Resultados: Encontramos uma alta (68%) porcentagem de isolados de Acinetobacter sp. multirresistentes e 69% dos isolados apresentaram resistência aos carbapenêmicos. Foram identificados 84% de isolados pertencentes a espécie A. baumannii, pois apresentaram o gene blaOXA-51. Em 62% dos isolados, foi detectado o gene blaOXA-23, sendo que 98% destes isolados foram resistentes aos carbapenêmicos. Através da tipificação molecular pela técnica de ERIC-PCR identificamos clones de Acinetobacter sp. disseminados entre quatro dos hospitais analisados e nos anos de 2006 e 2007. Conclusões: Os dados obtidos indicam a disseminação de isolados de Acinetobacter sp. entre hospitais assim como sua permanência no ambiente hospitalar após um ano.
Abstract Introduction: Hospitals around the world have presented multiresistant Acinetobacter sp. outbreaks. The spread of these isolates that harbor an increasing variety of resistance genes makes the treatment of these infections and their control within the hospital environment more difficult. This study aimed to evaluate the occurrence and dissemination of Acinetobacter sp. multiresistant isolates and to identify acquired resistance genes. Methods: We analyzed 274 clinical isolates of Acinetobacter sp. from five hospitals in Porto Alegre, RS, Brazil. We evaluated the susceptibility to antimicrobial, acquired resistance genes from Ambler’s classes B and D, and performed molecular typing of the isolates using enterobacterial repetitive intergenic consensus-polymerase chain reaction (ERIC-PCR) technique. Results: A high (68%) percentage of multiresistant isolates of Acinetobacter sp. was observed, and 69% were resistant to carbapenems. We identified 84% of isolates belonging to species A. baumannii because they presented the gene blaOXA-51. The gene blaOXA-23 was detected in 62% of the isolates, and among these, 98% were resistant to carbapenems. Using the ERIC-PCR technique, we identified clones of Acinetobacter sp. spread among the four hospitals analyzed during the sampling period. Conclusions: The data indicate the dissemination of Acinetobacter sp. isolates among hospitals and their permanence in the hospital after one year.
Contido em Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Brasília. Vol. 44, n. 6 (nov./dez. 2011), p. 725-730
Assunto Acinetobacter
Evolução clonal
Resistência a múltiplos medicamentos
[en] Acinetobacter sp. blaOXA-23
[en] Clonal dissemination
[en] ERIC-PCR
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/70219
Arquivos Descrição Formato
000822322.pdf (674.0Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.