Repositório Digital

A- A A+

Equilíbrio e agilidade relacionados ao risco de quedas em idosos ativos e não ativos

.

Equilíbrio e agilidade relacionados ao risco de quedas em idosos ativos e não ativos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Equilíbrio e agilidade relacionados ao risco de quedas em idosos ativos e não ativos
Autor Nunes, Natália Mendes
Orientador Gonçalves, Andréa Krüger
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Bacharelado.
Assunto Equilíbrio
Idoso
[en] Balance
[en] Elderly
[en] Falls
Resumo Durante o envelhecimento ocorrem várias modificações que podem conduzir a diferentes limitações, dentre as quais se podem destacar aquelas relacionadas às capacidades físicas e sua relação com a dependência. As quedas são consideradas um dos principais problemas para a população idosa, devido a sua alta incidência e às complicações que podem causar à saúde. O estudo teve como objetivo analisar a relação entre o risco de quedas e a agilidade e equilíbrio de idosos ativos e não ativos. O tipo de estudo foi descritivo e a amostra foi composta por 36 idosos de uma associação de aposentados de Porto Alegre-RS, divididos em dois grupos: grupo ativo (GA) e grupo não ativo (GNA). O nível de atividade física para determinação do grupo foi avaliado através do IPAQ (MATSUDO e col.,2001). Os instrumentos utilizados foram: Escala Internacional de Eficácia de Quedas-FES (CAMARGOS e col.,2010), para avaliação do risco de quedas; Teste de Agilidade e Equilíbrio Dinâmico da AAHPERD (OSNESS e col.,1990),para avaliação da agilidade; Testes de Apoio Unipodal (GUSTAFSON e col., 2000) e Alcance Funcional (DUNCAN et al., 1990), para avaliação do equilíbrio. Para a análise dos dados, foi utilizado o pacote estatístico SPSS 18.0 com os testes ´t´ de Student para amostras independentes e teste de Correlação de Spearman com nível de significância de 95%. Todos os participantes assinaram o TCLE, e o projeto de pesquisa tem aprovação do Comitê de Ética da UFRGS. Os resultados indicaram diferenças estatisticamente significativas entre os dois grupos, tendo o GA apresentado resultados superiores ao GNA para todos os testes. A média do GA no teste de Agilidade e Equilíbrio Dinâmico foi 24,53±4,54, já a do GNA foi 31,85±7,39. No questionário FES, o GA teve uma média de 18,50±1,99 e o GNA 22,31±5,34 pontos. No teste de Apoio Unipodal, o GA obteve média de 27,55±5,8 e o GNA de 16,81±9,12 segundos. Por fim, no Teste de Alcance Funcional, o valor da média do GA foi de 36,35±4,25, já a do GNA foi de 29,13±7,24 centímetros. Podemos afirmar que idosos considerados ativos, a partir de suas atividades diárias, possuem melhores níveis de agilidade e de equilíbrio e menor risco de sofrer queda do que idosos considerados não ativos.
Abstract During the process of aging many modifications happen which may lead to different limitations to a person, the ones relating physical capacity to dependency stand out. The falls are considered one of the main problems for the elderly population because of their high incidence and their complications to the health. The study had as its objective analyse the relation between the risc of falling and the agility and balance in active and non-active elderly. The nature of the study was descriptive and the sample was composed by 36 elderly participants of an Association of retired people from Porto Alegre-RS, who were divided in two groups: active group (AG) and non-active group (NAG). The level of physical activity to define a group was measured by IPAQ (MATSUDO et al., 2001). The tools used were: the International Scale of Efficacy of Falls-FES (CAMARGOS et al., 2010) to asses the risc of falling; the Agility and Dynamic Balance Test of AAHPERD (OSNESS et al., 1990) to asses agility; the Unipodal Support Test (GUSTAFSON et al., 2000) and Functional Reach Test (DUNCAN et al., 1990) to asses balance. To data analysis it was used the 18.0 SPSS statistical package with the "t" Student's tests to independent samples and the Spearman Correlation Test with the significance of 95%. All the participants signed the TCLE and the research project had the approval of UFRGS' Ethics Committee. The results showed significant statistical differences between the two groups, had AG presented higher results than NAG in all the tests. The AG's average in the Agility and Dynamic Balance Test was 24,53±4,54, whereas NAG's average was 31,85±7,39. In the FES test, the AG had an average of 18,50±1,99 and the NAG's average was 22,31±5,34. In the Unipodal Support Test. the AG had an average of 27,55±5,8 and the NAG's average was 16,81±9,12. Finally, in the Functional Range Test, the average of the AG was 36,35±4,25 while the NAG's average was 29,13±7,24.We can state that, from their daily activities, elderly considered active have a better agility and balance level and a lower risk of falling than elderly considered non-active.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70302
Arquivos Descrição Formato
000875926.pdf (769.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.