Repositório Digital

A- A A+

Estudo da densidade mineral óssea em jovens atletas : uma revisão literária

.

Estudo da densidade mineral óssea em jovens atletas : uma revisão literária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da densidade mineral óssea em jovens atletas : uma revisão literária
Outro título Study of bone mineral density in young athletes - A literature review
Autor Rêgo, Mateus Candido
Orientador Oliva, João Carlos
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Adolescente
Crianças
Exercício físico
[en] Bone mineral density
[en] Children and adolescents
[en] Physical exercise
Resumo Os períodos da infância e adolescência são fundamentais para o ganho de massa óssea. Em virtude do estresse mecânico imposto à estrutura óssea de atletas em período maturacional o pico de massa óssea pode vir a apresentar um maior incremento do que em não atletas. O objetivo dessa revisão foi investigar o papel do exercício físico com estresse mecânico na densidade mineral óssea de atletas crianças e adolescentes. Por meio dessa revisão de literatura é possível concluir que a densidade mineral óssea na população em questão é potencializada pelos exercícios, quando comparado com grupos controle. Contudo, ainda existem muitas discussões na literatura quanto à intensidade adequada de exercício físico para esta população, uma vez que, caso o treinamento se torne excessivo, pode vir a minimizar ou até mesmo anular os benefícios à densidade mineral óssea. Sugere-se a partir deste estudo pesquisas que envolvam a comparação de variáveis, tais como a intensidade de treinamento, nutrição e secreção de hormônios como o GH, tendo em vista que nenhum dos fatores age sozinho o crescimento e a densidade mineral óssea.
Abstract The Childhood and adolescence period are fundamental for gain of bone mass. Because of the mechanical stress on the bone structure in the maturational period, the bone mass peak can show a bigger increase over the non-athletes. The goal of this review was investigate the job of physical exercise with the mechanical stress in the athletes bone mass, on childhood or adolescence. Hereby is possible conclude that mineral bone density in this population is potentiated by exercise when compared with the control group. However still exist lots discussions about on literature regarding the adequate quantity of exercise for this population since, in case of overtraining, can minimalize or even annul the benefits of mineral bone density. From this study it is suggested researches that involved compare between de variables such as the training intensity, nutrition and secretion of hormones like GH, considering that none of the factors act alone, the growing of the mineral bone density.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70303
Arquivos Descrição Formato
000875733.pdf (1.395Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.