Repositório Digital

A- A A+

Uso de N-alcanos para estimar o consumo e digestibilidade de azevém anual por ovinos

.

Uso de N-alcanos para estimar o consumo e digestibilidade de azevém anual por ovinos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de N-alcanos para estimar o consumo e digestibilidade de azevém anual por ovinos
Outro título Use of n-alkanes to estimate the intake and digestibility of annual ryegrass by sheep
Autor Reffatti, Mônica Vizzotto
Orientador Carvalho, Paulo Cesar de Faccio
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Azevém
Ovinocultura
[en] Administration period
[en] Flowering
[en] Grazing intensity
[en] Lolium multiflorum Lam.
[en] Markers
[en] Stocking method
Resumo Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a metodologia de n-alcanos na estimativa do consumo e digestibilidade da matéria seca (CMS e DMS) por ovinos consumindo azevém anual (Lolium multiflorum Lam) e verificar o efeito dos ambientes criados através do manejo da pastagem, sob essas variáveis. Os ensaios foram conduzidos nos meses de Agosto e Novembro 2008, e as avaliações feitas nos estádios de pré-florescimento (PF) e florescimento pleno (FP) da pastagem. Para as estimativas foi utilizada a metodologia dos n-alcanos e conduzidos dois experimentos paralelamente, sendo um deles constituído por um ensaio de digestibilidade in vivo e o outro, por um ensaio de pastejo. No estudo com animais confinados também foi estudado o tempo para estabilização da concentração do C32 nas fezes e o efeito do nível de consumo sob essa variável. Nesse ensaio os tratamentos foram ofertas de: 1,5; 2,0; 2,5% do peso vivo (PV) de azevém e à vontade (ad libitum). A concentração de C32 nas fezes estabilizou próximo ao 4º dia de dosagem. O nível de consumo influenciou no tempo para estabilização e na concentração do marcador nas fezes quando estabilizada. A coleta per rectum foi eficiente nas estimativas de consumo e digestibilidade, porém, houve efeito do estádio fenológico da pastagem sobre a eficácia das estimativas. No estádio de PF do azevém, o par de n-alcanos homólogos C33:C32 pode ser utilizado para estimar o consumo e, tanto o n-alcano C31 como o C33 podem ser utilizados para estimar a digestibilidade dessa forragem. Em estádio de FP, o par de n-alcanos C33:C32 fornece as melhores estimativas de consumo, enquanto as estimativas de digestibilidade são menos eficientes. No ensaio de campo, a pastagem foi manejada sob dois métodos de pastoreio (lotação contínua e intermitente) e duas intensidades de pastejo (moderada e baixa), definidas para ofertar 2,5 e 5,0 vezes o potencial de consumo de MS dos animais. Nesse ensaio, os métodos e intensidades de pastejo, e as interações entre esses fatores não afetaram o CMS e a DMS. A metodologia dos n-alcanos foi eficaz na determinação do CMS e DMS de ovinos consumindo azevém anual, porém, as estimativas de DMS sofreram efeito do estádio fenológico da pastagem.
Abstract This study was conducted to evaluate the n-alkanes methodology to estimate the dry matter intake and digestibility (DMI and DMD) by sheep consuming different levels of annual ryegrass (Lolium multiflorum Lam) and verify the effect of environments created through pasture management, under these variables. The experiments were conducted during August and November 2008, and the evaluations were performed in the pre-flowering stage (PF) and full flowering (FF) of sward. For these estimates was used the n-alkanes methodology and conducted two parallel experiments, one of which consists of an in vivo digestibility trial and the other a study of grazing animals. In confined animal test, there was also studied the time for stabilization of the concentration of C32 in the feces and the effect of intake level in this variable. In this experiment the treatments were different forage allowances, as follow: 1.5; 2.0; 2.5% of live weight of annual ryegrass and ad libitum. The concentration of C32 in feces was stabilized near the fourth day of administration. The intake level influenced the time for stabilization and the concentration of marker in feces when stabilized. The per rectum collection was efficient in the estimates of intake ande digestibility, however, was the effect of phenological stage of the pasture on the effectiveness of the estimates. In the PF stage of ryegrass, the pair of homologous n-alkanes C33:C32 can be used to estimate intake, and both the n-alkane C31 as C33 can be used to estimate digestibility of forage. In FF stage, the pair of n-alkanes C33:C32 provides the best estimates of intake, while the digestibility estimates are less efficient. In field experiment, the sward was managed under two stocking methods (continuous and rotacional stocking) and two grazing intensities (moderate and low), defined to offer 2.5 and 5.0 times the potential dry matter intake of animals, respectively. As in the digestibility trial, in this experiment there were estimate the dry matter intake and digestibility. The stocking methods and grazing intensities, and the interactions between these factors did not affect the DMI and the DMD by sheep. The n-alkanes methodology was effective in estimating DMI in sheep fed with annual ryegrass. However, estimates of DMD suffered effect of the phenological stage of the pasture.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/70356
Arquivos Descrição Formato
000876425.pdf (2.588Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.