Repositório Digital

A- A A+

Pesquisa de clima organizacional sob o olhar da empresa e dos trabalhadores : estudo de caso em uma indústria automobilística da Serra Gaúcha

.

Pesquisa de clima organizacional sob o olhar da empresa e dos trabalhadores : estudo de caso em uma indústria automobilística da Serra Gaúcha

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pesquisa de clima organizacional sob o olhar da empresa e dos trabalhadores : estudo de caso em uma indústria automobilística da Serra Gaúcha
Autor Pistore, Gisele Carina
Orientador Grisci, Carmem Ligia Iochins
Data 2013
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Clima organizacional
Indústria automobilística
Pesquisa acadêmica
[en] Automotive industry
[en] Liquid-modern society
[en] Organizational climate
[en] Organizational climate survey
Resumo O presente trabalho resulta de uma investigação que toma a pesquisa de clima organizacional sob o olhar do trabalhador e de representantes da empresa. Trata-se de um estudo de caso realizado em uma indústria automobilística da serra gaúcha, cujos sujeitos foram trabalhadores da mão de obra direta e representantes da empresa. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, observações assistemáticas e fontes documentais. A análise de dados deu-se à luz do referencial teórico pertinente, tendo Bauman, Gorz, Sennett, Gaulejac e Bernardo como principais autores em relação ao trabalho na sociedade líquido-moderna. Luz, Bruxel e Junqueira, Souza, Robbins, Bergamini e Coda e Bispo em relação ao clima organizacional. Neves, Triches e Conte em relação à indústria automobilística. Os resultados indicam que o olhar da empresa a respeito da pesquisa de clima organizacional limita-se à busca e medição da satisfação em termos percentuais, a fim de caracterizar e melhorar o ambiente de trabalho. As ações posteriores ao resultado, porém, são pouco divulgadas e consideradas desconhecidas pelos trabalhadores. Sob o olhar dos trabalhadores, a pesquisa de clima organizacional necessitaria de novas considerações, ou reformulações a fim de medir com clareza a satisfação e a busca por planos de ação e melhor divulgação dos pontos trabalhados pela empresa, bem como sua participação nos mesmos, a fim de fazerem parte da construção de um clima interno favorável a todos. Com base nos resultados encontrados, nota-se que as diretrizes de condução da pesquisa de clima organizacional se mostram como um processo que contempla a indução dos trabalhadores a resultados favoráveis, e a sedução dos mesmos a fim de entrelaçarem a imagem da empresa à imagem de si. Sugere-se que a pesquisa de clima organizacional, como instrumento de gestão, seja revista no sentido da eficácia de sua aplicabilidade uma vez que desconsidera a participação efetiva dos trabalhadores ao limitar-lhes a fala e a crítica em modelo previamente desenhado com alternativas restritas e resultados não discutidos, o que não corresponde às demandas do trabalho imaterial.
Abstract This work results from an investigation that takes the organizational climate survey under the look of the worker and company representatives. This is a case study conducted on an auto industry “gaucha” saw, whose subjects were employees of direct labor and company representatives. Data were collected through semi-structured interviews, observations and documentary sources unsystematic. The analysis of data was the light of relevant theoretical, and Bauman, Gorz, Sennett, Gaulejac and Bernardo as lead authors in relation to work on liquidmodern society. Luz, Bruxel and Junqueira, Souza, Robbins, Bergamini and Coda and Bispo in relation to organizational climate. Neves, Triches and Conte regarding the auto industry. The results indicate that the look of the company regarding the organizational climate survey is limited to the search and satisfaction measurement in percentage terms, in order to characterize and improve the work environment. Shares after the result, however, are poorly disclosed and considered by unknown workers. Under the look of workers, the organizational climate survey would require new considerations, or reformulation to measure satisfaction with the clarity and the search for better action plans and dissemination of points worked by the company, as well as their involvement in order to be part of building a climate favorable to all internal. Based on these results, note that guidelines for conducting the organizational climate survey are shown as a process that involves the induction or workers to favorable results, and the seduction of the same in order to intertwine the company’s image in the image of himself. It is suggested that the organizational climate survey, as a management tool, is revised to the effectiveness of its applicability since it disregards the effective participation of workers to limit their speech and critical model previously designed with limited alternatives and results not discussed, which does not correspond to the demands of immaterial labor.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/70387
Arquivos Descrição Formato
000877224.pdf (1.311Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.