Repositório Digital

A- A A+

Azul de metileno detecta a metaplasia intestinal no esôfago de Barrett?

.

Azul de metileno detecta a metaplasia intestinal no esôfago de Barrett?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Azul de metileno detecta a metaplasia intestinal no esôfago de Barrett?
Autor Breyer, Helenice Pankowski
Orientador Barros, Sergio Gabriel Silva de
Data 2000
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências em Gastroenterologia (até jan. 2011).
Assunto Azul de metileno
Esôfago de Barrett
Resumo O Esôfago de Barrett (EB) é a substituição do epitélio escamoso estratificado, que normalmente envolve o esôfago, por um epitélio colunar metaplásico contendo células ca!iciformes (specialized intestinal metaplasia, SIM). Sua importância é a predisposição ao desenvolvimento do adenocarcinoma esofágico, o qual surge no epitélio com SIM. Esse tipo celular encontra-se no "mosaico" do esôfago de Barrett, distribuído focalmente, juntamente com os epitélios tipo cárdico e fundico e a endoscopia convencional não os diferencia. Nos últimos anos tem ressurgido o interesse na cromoendoscopia com azul de metileno (AM) na tentativa de direcionar os sítios de biópsia para essas áreas focais de SIM no EB, evitando assim múltiplas biópsias que prolongam o exame endoscópico e aumentam o custo. O presente estudo avaliou a sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo da cromoendoscopia com azul de metileno a 0.5% para detectar a SIM em 30 pacientes com diagnóstico prévio de EB. Obtiveram-se um total de 292 fragmentos de biópsias, 203 em áreas coradas e 89 em áreas não-coradas pelo AM durante a endoscopia digestiva alta. Os fragmentos foram corados pela técnica hematoxilina-eosina e também Alcian-blue e avaliados por dois patologistas independentementes. O achado de áreas AM ( +) e (-) na endoscopia foi comparado com SIM ( +) e (-) na histologia. A presença de displasia nos espécimes corados e não-corados com AM também foi estudado. A sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo do AMpara a detecção da SIM em 292 fragmentos de biópsia dos 30 pacientes com EB foi de 72%, 46%, 22% e 89%, respectivamente. Analisando separadamente os 187 fra~:,'!Ilentos de biópsia dos 18 pacientes com Barrett de segmento longo e os 105 fragmentos dos 12 pacientes com segmento curto, obteve-se urna sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo e negativo, respectivamente, de: 77% vs 63% (p=0.033), 79% vs 21% (p<0.001), 28% vs 14% (p=0.219) e 97% vs 73% (p<O.OOJ). O odds ratio para a detecção da SIM em áreas coradas pelo AM foi de 12.40 no Barrett com segmento longo e apenas 0.45 no Barrett com segmento curto. O diagnóstico de "indefinido para displasia" e "displasia de baixo grau" foi feito em somente 35 fragmentos (11.9% do total de biópsias), todos obtidos de áreas coradas pelo AM. Não foi diagnosticada displasia de alto grau.
Abstract Barrett' s esophagus is the replacement o f the normal squarnous epitheliurn by a metaplastic colurnnar one containing goblet cells and known as specialized intestinal metaplasia or SIM. It predisposes to the development of esophageal adenocarcinoma. This specific type of metaplasia occurs with the benign types of fundic and junctional epiteliurn and conventional endoscopy does not discriminates one from the other. Lately there has been a resurgence of interest in the use of chromoendoscopy with methylene blue (MB) dye to target biopsy sampling for SIM, avoiding unnecessary multiple biopsies diminishing time and cost for the endoscopic examination. The present study measured sensibility, specificity, positive predictive value and negative predictive value of chromoendoscopy with MB 0.5% to detect SIM in 30 patients with a previous diagnosis of BE. During endoscopy 292 biopsy samples were obtained, 203 in MB stained areas and 89 in unstained ones. Biopsy specimens were stained by hematoxylineosin and Alcian-blue techniques and independently read by two pathologists. MB( +) and MB(-) areas at endoscopy were compared to SIM(+) and SIM(-) at the histopathology interpretation. Dysplasia was also searched by the pathologists. Sensibility, specificity, positive predictive value and negative predictive value of chromoendoscopy with MB was 72%, 46%, 22% and 89%, respectively. When we analysed the results of 187 biopsy samples from 18 patients with "Long Barrett" versus the 105 samples from 12 patients with "Short Barrett" the sensibility, specificity, positive predictive value and negative predictive value was respectively: 77% vs 63% (p=0.033), 79% vs 21% (p<0.001), 28% vs 14% (p=0.219) e 97% vs 73% (p<0.001). The odds ratio value for the detection of SIM in MB stained areas was 12.40 for "Long Barrett" and 0.45 for "Short Barrett". The diagnosis "indefinite for dysplasia" and "low grade dysplasia" was found in 35(11.9%) biopsy samples and ali from MB stained areas. No high grade dysplasia was found.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/70394
Arquivos Descrição Formato
000876029.pdf (1.692Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.