Repositório Digital

A- A A+

Motivos para a rotatividade dos médicos na estratégia da Saúde da Família no município de Cachoeirinha/RS

.

Motivos para a rotatividade dos médicos na estratégia da Saúde da Família no município de Cachoeirinha/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Motivos para a rotatividade dos médicos na estratégia da Saúde da Família no município de Cachoeirinha/RS
Autor Panni, Patrícia Gordin
Orientador Rocha, Cristianne Maria Famer
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão em Saúde UAB.
Assunto Cachoeirinha (RS)
Rotatividade de pessoal
Saúde da família
[en] Family health strategy
[en] Turnover of physicians
Resumo A rotatividade do na Estratégia da Saúde da Família é um problema que acomete todas as regiões do país. A alta rotatividade dos médicos na Atenção Básica traz prejuízos importantes à população. O atendimento médico fica com baixa resolutividade e eficácia, pois não há tempo para estabelecer uma vinculação com a população assistida. Gera grande gasto de recursos públicos para contratação e exoneração destes profissionais, o que poderia ser investido de forma mais eficiente na saúde. O objetivo deste trabalho é identificar os motivos da rotatividade de profissionais médicos em Cachoeirinha/RS, segundo a avaliação de médicos com contratos ativos, contratos inativos e gestores. Métodos: aplicou-se um questionário com 10 questões a fim de identificar as razões que levaram ou que pudessem levar o desligamento dos médicos na ESF. Resultados: gestores consideraram importante para a rotatividade dos médicos principalmente a questão salarial e infraestrutura das unidades de saúde, médicos ativos, infraestrutura e suporte de atenção terciaria e médicos inativos, o suporte de exames diagnósticos como da atenção terciária. Concluiu-se que, para os médicos deste município, o que faz a diferença em sua decisão de permanência é o suporte técnico oferecido, a infraestrutura das unidades, os recursos diagnósticos e o acesso à atenção secundária e terciária à saúde.
Abstract The turnover in the Family Health Strategy is a problem that affects all regions of the country. The high turnover of doctors in primary care brings significant losses to the population. Medical care is low resolution and efficiency, because there is no time to establish a link with the population served. It creates great expenditure of public funds for hiring and dismissal of these professionals, which could be invested more effectively in health. The objective of this study is to identify the reasons for the turnover of medical professionals in Cachoeirinha/RS based on the evaluation of physicians with active contracts, and managers dormant contracts. Methods: we applied a questionnaire with 10 questions to identify the reasons that led or could lead to shutdown of the doctors in the FHS. Results: managers considered important for the turnover of doctors especially the issue of salaries and infrastructure of health facilities, medical assets, infrastructure and support for tertiary care and medical inactive, supported by diagnostic tests such as the tertiary care. It was concluded that for physicians in this city, which makes a difference in their decision to stay is the technical support provided, the infrastructure of the units, diagnostic resources and access to secondary and tertiary care health.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/70546
Arquivos Descrição Formato
000877771.pdf (757.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.