Repositório Digital

A- A A+

Seleções do Reader’s Digest : leitores, leituras, textos e tramas

.

Seleções do Reader’s Digest : leitores, leituras, textos e tramas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Seleções do Reader’s Digest : leitores, leituras, textos e tramas
Outro título Selections from reader's digest: reading, readers, texts and plots
Autor Lemos, Sandra Monteiro
Orientador Silveira, Rosa Maria Hessel
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Estudos culturais
Leitores
Leitura
[en] Cultural studies in education
[en] Readers
[en] Reading
[en] Seleções reader's digest
Resumo A presente tese investiga as relações entre leitura, material de leitura e leitor, focalizando especificamente a revista Seleções do Reader’s Digest e seus leitores. O estudo objetiva investigar tais relações, de modo a entender a trama discursiva de situações e condições sob as quais se estabelecem normas e condutas que produzem práticas e experiências ligadas à leitura. Para tanto, a investigação foi dividida em dois eixos: o primeiro consistiu na análise de 152 exemplares, predominantemente das décadas de 40 a 70 da revista de grande circulação nacional e de origem editorial estadunidense Seleções do Reader’s Digest, e o segundo se debruçou sobre entrevistas com doze leitores da referida publicação. O aporte teórico-metodológico da pesquisa situa-se no campo dos Estudos Culturais em Educação, articulados aos estudos sobre leitura e leitores. O trabalho está estruturado com base nos seguintes autores: Roger Chartier, Miguel de Certeau, Leonor Arfuch, Rosa Silveira, Michel Foucault, Stuart Hall, Jorge Larrosa, Emmanuel Fraisse, Jean-Claude Pompougnac, Martine Poulain, Zigmunt Bauman, dentre outros. O estudo entende a leitura enquanto experiência cotidiana, compreendendo-a como sendo aquela efetuada com regularidade, estando imersa nas suas várias dimensões e implicada no social, no cultural, no político e no econômico. As narrativas produzidas através das entrevistas dessa pesquisa possibilitaram sua circunscrição em histórias pessoais, que ajustadas à sua dimensão singular são reconhecidas como histórias de leitura. Ao problematizar as relações entre discursos, comportamentos, situações, ambientes e materiais de leitura – e, em especial da Seleções (1940 a 1970), emergiram representações que puderam integrar dois tópicos analíticos: o primeiro, “Leitores e leituras” e o segundo, “Textos e tramas”. No primeiro estabeleceram-se determinados perfis, que foram denominados como identidades leitoras, identificados a partir de experiências cotidianas de leitura. Já o segundo articula outras experiências cotidianas que, assim como a leitura, estão relacionadas com lazer, entretenimento, emoções, aprendizado, senso crítico etc. Tais experiências aparecem marcadas pela escuta do rádio – em especial, as radionovelas – e a televisão. Outras mídias ainda, próprias da contemporaneidade, como a internet e suas redes sociais, também apareceram nas narrativas dos entrevistados. As conclusões do estudo apontam para alguns entendimentos sobre possíveis relações entre Seleções e a leitura que os leitores faziam dela, quais sejam: o prazer que a leitura provoca; o aprendizado da/com a leitura; a variedade de suportes de leitura; a variedade de modos, gestos e espaços de leitura; a leitura como um “lugar” de memória levando à produção de histórias de leitura e “leituras” e sua relação com consumo. Por fim, conforme alguns cenários apresentados pelos depoentes, possuir uma biblioteca, mesmo que seja com revistas – algumas encadernadas, parece aliar-se a boas práticas de leitura com hábitos diários, que buscam sempre entendimento e atualização. Tais aspectos, dentre outros, podem ser tomados como indícios de algumas das possíveis materialidades de representação de leitura na contemporaneidade.
Abstract This thesis investigates the relationship between reading, reading material and the reader, focusing specifically on the magazine Reader's Digest and its readers. The study aims to investigate these relationships in order to understand the discursive situations and conditions under which establishes norms and behaviors that produce practices and experiences related to reading. Therefore, the research was divided into two axes: the first consisted on analysis of 152 samples, predominantly from the 40s to 70 magazine widely circulated national - source publishing U.S. - Reader's Digest and the second focussed on interviews with twelve readers on that publication. The theoretical-methodological research is in the field of Cultural Studies, articulated in reading and readers studies. The work was structured around the following authors: Roger Chartier, Miguel de Certeau, Leonor Arfuch, Rosa Silveira, Michel Foucault, Stuart Hall, Jorge Larrosa, Emmanuel Fraisse, Jean-Claude Pompougnac, Martine Poulain, Zigmunt Bauman, and others. The study considers reading as everyday experience, understanding it as being that performed regularly, being immersed in its various dimensions and implicated in social, the cultural, the political and economic spheres. The narratives produced through interviews of this research enabled personal stories in his constituency, which adjusted its singular dimension are recognized as reading stories. To problematize the relationship between discourses, behaviors, situations, environments and reading materials - and especially the selections (1940-1970), emerged representations that could integrate analytical two topics: first, "Readers and readings," and second. "Texts and plots." In the first certain profiles were stabilisched which were called as readers identities, identified from daily experiences of reading. The second articulates other everyday experiences, as well as reading that are related to leisure, entertainment, emotions, learning, critical sense, etc.. Such experiences are marked by listening to the radio - especially the soap operas - and television. Other contemporary media, such as the Internet and social networks also appeared in the narratives of respondents. Conclusion of studies guide some understandings about possible relationships between the magazine and readers mode which are: the pleasure that reading causes; learning from / with reading, reading the various media, modes, gestures and spaces for reading, reading as a memory "place" leading to production of reading and stories "readings" and its relation with consumption. Finally, as some scenarios presented by the interviewees, have a library, even with magazines - some bound, seems to combine best practices with daily habits of reading,wich always sick for understanding and update. These aspects can be taken as evidence for some of the possible materiality of representation in contemporary reading.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/70607
Arquivos Descrição Formato
000877790.pdf (5.405Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.