Repositório Digital

A- A A+

A formação como elemento indissociável do trabalho docente : o custo do tempo de qualificação para professoras-estudantes

.

A formação como elemento indissociável do trabalho docente : o custo do tempo de qualificação para professoras-estudantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação como elemento indissociável do trabalho docente : o custo do tempo de qualificação para professoras-estudantes
Autor Albuquerque, Renato Avellar de
Orientador Carvalho, Marie Jane Soares
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Ensino à distância
Formação
Professor
Qualificação profissional
Trabalho
[en] Distance education
[en] Teacher training
[en] Time use
Resumo A formação contínua, como parte integrante do ofício docente no século XXI, implica em tempo investido na formação profissional e no aprimoramento das instituições de ensino fundamental. Este tempo, do modo que está organizado socialmente, torna-se um tempo de trabalho expropriado dos professores na medida em que esta necessidade do ofício não é reconhecida como parte da jornada remunerada. Através da análise dos usos do tempo das professorasestudantes do Curso de Pedagogia Séries Iniciais na modalidade a Distância (PEAD/UFRGS), esta dissertação mostra as tendências de investimento do tempo das professoras em formação em um curso de Pedagogia EAD. Os dados se originam da Pesquisa Estudos sobre os usos do tempo de professoras do curso de pedagogia na modalidade a distância, que mostra os orçamentos de tempo de cada professora-estudante pesquisada ao longo de 24 horas de um dia. A pesquisa analisa os usos do tempo de 176 estudantes divididas entre os cinco polos do PEAD. Na medida em que esta demanda pelo tempo dedicado à profissão aumenta, a docente extraí estes horários de outras atividades pessoais, em proporções desiguais de tempo. O texto mostra como o tempo profissional avança sobre o tempo pessoal das professoras, obrigando as educadoras a dividirem os investimentos de tempo diário, durante a semana, basicamente em duas metades, trabalho e estudo ocupando em torno de dez horas diárias, e cuidados pessoais e com a família completando as outras dez horas. Esta dissertação problematiza a noção de trabalho docente apoiando-se no conceito de mais-valia de Marx. Considerando o tempo de trabalho escolar, o tempo de trabalho elástico e mais o tempo dedicado à formação profissional, foi possível criar uma referência hipotética sobre a taxa de mais-valia, entendia como trabalho profissional não remunerado, em que as professoras pesquisadas estão submetidas. A influência do tempo de trabalho mostra algumas tendências de comportamento nas possíveis formas de organização do tempo para professoras em formação.
Abstract Building upon the hypothesis that on-going teacher training is an integral part of the role of a teacher in the twenty-first century; the amount of time being invested in on-going teacher training should be taken into consideration in the amount of time when institution provision time and resources for teachers in the workforce teachers in that craft this need is not recognized as part of the journey paid. By analyzing the time use data from student-teachers in the Distance Education Pedagogy Course at the Federal University of Rio Grade do Sul, Brazil (PEAD / UFRGS), this master’s thesis shows the progression of time use trends as the student-teacher moves closer to completion of the course of study. The data examined in this study are derived from a time use study of 176 students-teachers at five different campuses participating in the PEAD program that examined the “time-budgets” over twenty-four hours. Given that the current status quo does not consider on-going teacher training as part and parcel of the workday, teachers tend to extract the time from other personal activities. More specifically, this text documents the progression over time that teacher spend dividing their time in two halves – the first have being approximately 10 hours for work and study, and the second being approximately 10 hours a day for personal care and family. This paper discusses the notion of teaching relying on the concept of surplus-value of Marx, understood as professional work unpaid. This work considers the relationship between schoolwork and professional training to be elastic. Building upon this assumption it is possible to map the degree to which the student teachers participating in the research project reflect this supposition.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/70610
Arquivos Descrição Formato
000878283.pdf (2.487Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.