Repositório Digital

A- A A+

Trânsitos imagéticos : a narrativa dos filmes Time (Shigan) e dream (Bi-Mong) de Kim Ki Duk

.

Trânsitos imagéticos : a narrativa dos filmes Time (Shigan) e dream (Bi-Mong) de Kim Ki Duk

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Trânsitos imagéticos : a narrativa dos filmes Time (Shigan) e dream (Bi-Mong) de Kim Ki Duk
Autor Santos, Melissa Rubio dos
Orientador Bittencourt, Rita Lenira de Freitas
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Licenciatura.
Assunto Cinema Sul-Coreano
Kim, Ki Duk
Lacan, Jacques, 1901-1981
Literatura comparada
Psicanálise
[en] Comparative literature
[en] Psychoanalysis
[en] South Korean cinema
Resumo Investigar a poética narrativa do cineasta sul-coreano Kim Ki Duk a partir dos Pilmes Time (Shígan)-2006 e Dream (Bí-Mong)-2008. Este é tema da pesquisa do presente trabalho de conclusão de curso. O ponto de partida do estudo é a análise da narrativa visual, ou seja, dos elementos imagéticos que compõem a tessitura das cenas Pílmicas. No segundo momento, a teoria psicanalítica de Jacques Lacan é utilizada para desvelar os abismos existenciais que representam os personagens protagonistas, sendo utilizados no estudo os conceitos de objeto a e de desejo. Portanto, a narrativa Pílmica do cineasta Kim Ki Duk é permeada e mediada por elementos de uma poética dos limites, uma poética dos movimentos que explora Piguras e jogos tais como o labirinto, o redemoinho, os contrastes nas/pelas imagens e também o jogo da linguagem, entre excesso e ausência. Este estudo sobre a poética visual dos Pilmes explora, em diversas materialidades e meios, as escolhas e combinações linguísticas e imagéticas que resultaram na construção dos abismos existenciais dos personagens em duas narrativas de Kim Ki Duk.
Abstract lnvestigate the poetic narrative Pilmmaker's South Korean Kim Ki Duk in movies Time (Shigan)-2006 and Oream (Bi-Mong)-2008. This monograph begins by an analysis oP visual narrative and his elements imagistic that composed movies. APter, analysis use the psychoanalytic theory oP Jacques Lacan to unveil the abysses existential that represent the characters protagonists, being used in the study the concepts oP object a and desire. TherePore, the movie's narrative created by Pilmmaker Kim Ki Duk is permeated and mediated by elements oP a poetic the limits, a poetic movements that explores Pigures and gomes such as the labyrinth, the whirlwind, the contrasts in/by the images and also the game oP language, between excess and absence. This study on the poetic visual oP Pilms explores, in various materialities and means, choices and language combinations and imaging that resulted in the construction oP existential depths oP the characters in two narratives oP Kim Ki Duk.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70619
Arquivos Descrição Formato
000877854.pdf (13.76Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.