Repositório Digital

A- A A+

Quem foi a pátria que me pariu? : a importância das literaturas africanas para a contrução da identidade do povo brasileiro

.

Quem foi a pátria que me pariu? : a importância das literaturas africanas para a contrução da identidade do povo brasileiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Quem foi a pátria que me pariu? : a importância das literaturas africanas para a contrução da identidade do povo brasileiro
Autor Felix, Vanessa Alves
Orientador Tettamanzy, Ana Lúcia Liberato
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Português e Literatura Portuguesa: Licenciatura.
Assunto Angola
Brasil
Educação
Identidade brasileira
Literatura africana
[en] African literature
[en] Brazilian identity
[en] Children of the fatherland
[en] Education
Resumo Por meio do livro Filhos da Pátria (2008), de João Melo, mais especificamente dos contos “O efeito estufa” e “O feto”, contidos nesse livro, a importância das Literaturas Africanas para a construção da identidade do povo brasileiro é analisada. O presente Trabalho de Conclusão de Curso retrata a história dos países: Angola e Brasil, e tece comparações entre eles, a fim de expor que os mesmos habitantes que vivem na periferia de Luanda poderiam fazer parte de qualquer país que tem um sistema excludente. A reflexão sobre o passado do país brasileiro e do país angolano é feita para compreendermos o presente dos mesmos. Uma prática pedagógica é apresentada para ser aplicada em sala de aula, com o intuito de mostrar que a Literatura Africana pode ajudar a refletirmos sobre os aspectos íntimos da população brasileira.
Abstract Through the book Filhos da Pátria (2008), written by João Melo, more specifically of the tales “O efeito estufa” and “O feto”, in this book, the relevance of the African Literatures for building the identity of the Brazilian population is analyzed. This Final Paper describes the history of Angola and Brazil, and makes comparisons between them in order to expose that the same inhabitants that live on the outskirts of Luanda could make part of any country that has an exclusionary system. The reflection on the past of the Brazilian and the Angolan country is done to understand them present. A pedagogical practice is presented to be applied in classroom, in order to show that the African Literature can help to reflect on intimate aspects of the Brazilian population.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/70633
Arquivos Descrição Formato
000877550.pdf (492.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.