Repositório Digital

A- A A+

Immunohistochemical evaluation for P53 and VEGF (Vascular Endothelial Growth Factor) is not prognostic for long term survival in end stage esophageal adenocarcinoma

.

Immunohistochemical evaluation for P53 and VEGF (Vascular Endothelial Growth Factor) is not prognostic for long term survival in end stage esophageal adenocarcinoma

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Immunohistochemical evaluation for P53 and VEGF (Vascular Endothelial Growth Factor) is not prognostic for long term survival in end stage esophageal adenocarcinoma
Outro título Avaliação imunoistoquímica do P53 e VEGF (Fator de Crescimetno Endotelial Vascular) não representa fator prognóstico para sobrevida a longo prazo na fase terminal do adenocarcinoma do esôfago
Autor Cavazzola, Leandro Totti
Rosa, Andre Ricardo Pereira da
Schirmer, Carlos Cauduro
Gurski, Richard Ricachenevsky
Telles, João Pedro Bueno
Mielke, Fernando Rossi
Meurer, Luíse
Edelweiss, Maria Isabel Albano
Kruel, Cleber Dario Pinto
Resumo Objetivo: Correlacionar a expressão do p53 e VEGF com o prognóstico de pacientes submetidos à operação curativa para tratar adenocarcinoma do esôfago. Método: Foram estudados 46 pacientes com adenocarcinoma de esôfago, submetidos à ressecções curativas. As expressões do p53 e VEGF foram assessadas por imunoistoquímica em 52.2% e 47.8% dos tumors, respectivamente . Resultados: As expressões de ambos coincidiram em 26% dos casos sem correlação entre elas. Os fatores clinicopatológicos estudados não mostraram correlação significante. Não houve associação significante entre as expresses do p53 e VEGF na sobrevida a longo prazo. Conclusão: As expressões do p53 e VEGF não se correlacionaram com o prognóstico do adenocarcinoma do esôfago nos pacientes operados com ressecções curativas.
Abstract Objectives: To correlate the expression of p53 protein and VEGF with the prognosis of patients submitted to curative resection to treat esophageal adenocarcinoma. Methods: Forty-six patients with esophageal adenocarcinoma, submitted to curative resection, were studied. The expressions of p53 protein and VEGF were assessed by immunohistochemistry in 52.2% and 47.8% of tumors, respectively. Results: P53 protein and VEGF expressions coincided in 26% of the cases, and no correlation between these expressions was observed. None of the clinicopathological factors showed a significant correlation with p53 protein or VEGF expressions. There was no significant association between p53 protein and VEGF expressions and long-term survival. Conclusion: The expression of p53 protein and VEGF did not correlate with prognosis in esophageal adenocarcinoma patients submitted to curative resection.
Contido em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Rio de Janeiro. Vol. 36, n. 1 (2009), p. 24-34
Assunto Fator A de crescimento do endotélio vascular
Genes p53
Neoplasias esofágicas
Taxa de sobrevida
[en] Esophageal neoplasms
[en] Genes p53
[en] Prognosis
[en] Survivorship
[en] Vascular endothelial growth factor A
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/70657
Arquivos Descrição Formato
000720250.pdf (89.65Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.