Repositório Digital

A- A A+

Imaginário social e educação do surdo institucionalizado

.

Imaginário social e educação do surdo institucionalizado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Imaginário social e educação do surdo institucionalizado
Autor Thoma, Adriana da Silva
Orientador Beyer, Hugo Otto
Data 1997
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Deficiente da audição
FEBEM.
Imaginário social
Resumo Busco entender o imaginário social construído sobre o surdo abrigado na FEBEM e o papel da escola e da institucionalização em suas vidas. Por se tratar de um grupo duplamente marginalizado (são surdos ... e são da FEBEM), parto do pressuposto de que a imagem presente no âmbito social o condiciona sob a ótica da improdutividade e do conseqüente fracasso social. Em uma sociedade capitalista-moderna que, com suas nonnas de comportamento e seus padrões de perfeição e beleza, prima pela valorização corpórea enquanto força produtiva, que lugar ocupa esse sujeito? A investigação é de cunho qualitativo e a criação se faz presente, apresentando um caráter não-ortodoxo. A pesquisa é descritiva/analítica e os dados coletados aparecem no texto de forma a serem entendidos segundo os conceitos teóricos utilizados. Como fonte de informação, foram realizadas entrevistas com os funcionários da Escola de Surdos onde estudam os sujeitos da pesquisa e com os funcionários da Instituição onde moram, cujas falas utilizei na análise do que tento desvendar. Na análise dos dados, utilizo alguns conceitos de autores que falam sobre a questão do imaginário, do estigma e da formação da identidade. Na perspectiva da surdez, me valho de outros autores que dedicam seus estudos ao tema educação de surdos.
Abstract I try to understand the imaginário social1 built over the deaf sheltered into FEBEM as well as the papers played by school and sheltering in their lives. As they are a twice marginalized group (they are deaf... and they belong to FEBEM), I assume that the images built by society over the deaf constrains them to an state of unproductiveness and, as a result, to the social failure. In a modem-capitalist society which behaviour rules and pattems o f perfection and beauty increases the value o f the body as a productive source, where could this people take place? The investigation has a qualitative non-ortodox character. The research follows the description-analysis pattem. Collected data were exposed so that it can be taken through to the adopted theorical guidelines. As an inforrnation source, some interviews were taken with the Deaf School and Home-Institutional employees whose speeches supports the analysis of what I try to undercover. In data analysis, I assume some author's concepts to deal with imagery, stigma and identity development question. To outlook deaf, other author's concepts conceming deafs education concepts were taken.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/70870
Arquivos Descrição Formato
000202521.pdf (19.38Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.