Repositório Digital

A- A A+

Fatores de risco para doenças não-transmissíveis em área metropolitana na região sul do Brasil : prevalência e simultaneidade

.

Fatores de risco para doenças não-transmissíveis em área metropolitana na região sul do Brasil : prevalência e simultaneidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores de risco para doenças não-transmissíveis em área metropolitana na região sul do Brasil : prevalência e simultaneidade
Autor Duncan, Bruce Bartholow
Schmidt, Maria Inês
Polanczyk, Carisi Anne
Homrich, Clecio S.
Rosa, Roger dos Santos
Achutti, Aloyzio Cechella
Resumo Três quartos da mortalidade no Estado do Rio Grande do Sul (Brasil) ocorrem por doenças não-transmissíveis. Dentre elas as doenças cardiovasculares, por si só, correspondem a 35% das causas de morte. Para avaliar a prevalência de fatores de risco para essas doenças, foi realizado inquérito domiciliar no período de 1986/87. Foram entrevistados 1.157 indivíduos entre 15-64 anos, residentes em setores censitários de 4 áreas docente-assistenciais do Município de Porto Alegre, RS. A prevalência padronizada de tabagismo foi de 40%, hipertensão 14%, obesidade 18%, sedentarismo geral 47% e consumo excessivo de álcool, 7%. Trinta e nove por cento da amostra acumulavam dois ou mais desses cinco fatores de risco, somente 22% de homens e 21% de mulheres não apresentaram esses fatores de risco. As elevadas freqüências e concomitâncias desses fatores de risco alertam para sua importância em programas que visam a prevenção das doenças não-transmissíveis.
Abstract Three-quarters of deaths in Rio Grande do Sul State, Brazil, are due to non-communicable diseases - cardiovascular diseases, alone, being responsible for 35% of them. To evaluate the prevalence of risk factors for these diseases, a household survey of 1,157 randomly sampled individuals between 15 and 64 years of age was undertaken in 1986 and 1987 in census tracts of 4 areas of the city of Porto Alegre. The ageand sex-adjusted prevalence of smoking was 40%, hypertension 14%, obesity 18%, overall sedentary lifestyle 47%, and excessive alcohol consumption 7%. Thirty-nine percent of the sample presented two or more of these five risk factors, and only 22% of men and 21% of women had none of them. The high frequencies and simultaneous presence of these risk factors indicate their importance for programs aimed at the prevention of non-communicable diseases and the promotion of adult health.
Contido em Revista de saúde pública. São Paulo. Vol. 27, n. 1 (fev. 1993), p. 43-48
Assunto Doenças
Doencas cardiovasculares : Epidemiologia
Estilo de vida sedentário
Estudos transversais
Fatores de risco
Obesidade
População urbana
Tabagismo
[en] Alcoholism, epidemiology
[en] Hypertension, epidemiology
[en] Obesity, epidemiology
[en] Smoking, epidemiology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71382
Arquivos Descrição Formato
000036157.pdf (589.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.