Repositório Digital

A- A A+

Quadro epidemiológico das mortes súbitas na infância em cidades gaúchas (Brasil)

.

Quadro epidemiológico das mortes súbitas na infância em cidades gaúchas (Brasil)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Quadro epidemiológico das mortes súbitas na infância em cidades gaúchas (Brasil)
Outro título Epidemiology of sudden infant deaths in cities of Rio Grande do Sul, Brazil acomparative study of cases and controls
Autor Fuchs, Sandra Cristina Pereira Costa
Victora, Cesar Gomes
Nobre, Leticia C.
Lombardi, Cintia
Teixeira, Ana Maria B.
Moreira, Leila Beltrami
Gigante, Luciana Petrucci
Barros, Fernando C.
Resumo Foram investigados os óbitos infantis pós-perinatais ocorridos no período de um ano, em 10 cidades gaúchas, incluindo a região metropolitana de Porto Alegre, por meio de estudo de casos e controles. Setenta e duas mortes súbitas na infância (MSI) foram identificadas através de amplo sistema de monitorização de óbitos e investigadas em pormenores através de entrevistas médicas com os pais da criança e revisão de prontuários ambulatoriais e hospitalares. Os óbitos foram mais comuns em meninos, no primeiro trimestre de vida e durante o inverno. A comparação de cada caso de MSI com duas crianças-controle da mesma vizinhança, através de regressão logística condicional múltipla, identificou os seguintes fatores de risco: baixo nível socioeconômico (medido através da renda familiar e da escolaridade materna), baixo peso ao nascer, presença de outras crianças no domicílio, mães jovens e fumantes e aleitamento misto ou artificial. Nenhuma das 72 MSI foi reconhecida como tal pelos médicos que preencheram os atestados de óbito, sendo as mesmas atribuídas predominantemente a "broncopneumonias".
Abstract All post-perinatal infant deaths occurring within a one-year period in 10 cities in the State of Rio Grande do Sul (Brazil), the metropolitan area of Porto Alegre included, were investigated in a case-control study. Seventy-two sudden infant deaths (SID) were identified through a complex monitoring system. These were investigated in detail through medical interviews with the children's parents and through the review of medical records. Such deaths were more common in males, during the first three months of life, and in the winter. The comparison of each case with two neighborhood control infants through multiple conditional logistic regression identified the following risk factors: low socio-economic level (measured by family income and maternal education), low birthweight, presence of other children in the household, low maternal age, maternal smoking, and mixed or artificial feeding. None of the 72 deaths had been certified as such by the physicians who filled in the death certificates, the majority of which referred to "bronchopneumonia" as the undereying cause.
Contido em Revista de saúde pública. São Paulo. Vol. 21, n. 6 (1987), p. 490-496
Assunto Mortalidade infantil : Epidemiologia : Rio Grande do Sul
[en] Case-base studies
[en] Control groups
[en] Risk
[en] Sudden infant death, occurence
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71389
Arquivos Descrição Formato
000061251.pdf (588.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.