Repositório Digital

A- A A+

Demanda de serviço de saúde comunitária na periferia de área metropolitana

.

Demanda de serviço de saúde comunitária na periferia de área metropolitana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Demanda de serviço de saúde comunitária na periferia de área metropolitana
Outro título The demand for community health services in the metropolitan periphery area
Autor Radaelli, Sônia Maria
Takeda, Sílvia M. Pasa
Gimeno, Luisa Isabel Dufech
Wagner, Mario Bernardes
Kanter, Flávio José
Mello, Vera M. de
Borges, João Cesar
Duncan, Bruce Bartholow
Resumo Para melhor conhecer o conteúdo da assistência ambulatórial em Assistência Primária à Saúde, procedeu-se a um estudo com uma amostra de 4.319 atendimentos, representando 7% da população atendida de março de 1985 a março de 1986. O estudo foi realizado na Unidade Sanitária Murialdo (SSMA), localizada na Vila São José, na periferia de Porto Alegre, RS (Brasil). O sexo feminino ocupou 67% do total de atendimentos. A composição etária esteve mais significativamente representada por crianças até 10 anos (37%) e mulheres em idade fértil (21%). As vinte primeiras razões de encontro corresponderam a 63% do total, e a razão principal de procura do serviço foi para renovação de receitas e pedido de medicamentos (9,3%). De todos os diagnósticos do estudo, os vinte primeiros correponderam a 61%, sendo que hipertensão arterial sistêmica (8,8%), infecções de vias aéreas superiores (7,8%) e imunizações (5,5%) foram os mais freqüentes. O procedimento mais realizado foi fornecer, prescrever ou administrar medicação. Foram encaminhadas 7,3% do total das pessoas atendidas, mais da metade (5,0%) para profissionais do próprio serviço e apenas 0,6% foram encaminhadas para hospitalização. Estes dados, acrescidos daqueles de pesquisas que captaram os aspectos de morbi-mortalidade não facilmente obtidos em estudos de demanda, poderiam servir para orientar o planejamento dos serviços sanitários e treinamento de pessoal.
Abstract The content of 4,319 consultations in primary health care representing 7% of all consultations from March, 1985 to March, 1986 at the Murialdo Health Center, was analyzed The health center is located in the outskirts of Porto Alegre, RS (Brazil). Woman represented 67% of the total demand. Most consultations were for children under 10 years of age (37%) and woman of childbearing age (21%). The first twenty reasons for the visit corresponded to 63% of the total, and the most common reason for visiting the health center was for renewal of prescriptions and/or ordering medication (9,3%). Of all the diagnoses, the first twenty accounted for 62% of the total number of patients and the most frequent were: hypertension (8.8%), upper respiratory tract infection (7.8%), and immunization (5.5%). Prescription and administration of medication were the most common actions performed. Referáis resulted in 73% of the visits. Of these, 5% were sent to other providers within the Murialdo service. Only 0.6% were referred for hospitalization. These findings, combined with others which describe aspects of morbimortality not easily measured in studies of spontaneous demand for medical services, should help in the planning of primary health care services and in the training of health personnel.
Contido em Revista de saúde pública. São Paulo. Vol. 24, n. 3 (1990), p. 232-240
Assunto Áreas de pobreza
Serviços de saúde comunitária
[en] Health services needs and demands
[en] Health services research
[en] Morbidity
[en] Primary health care
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71421
Arquivos Descrição Formato
000437566.pdf (718.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.