Repositório Digital

A- A A+

Perfil sociodemográfico e condições de saúde autoreferidas de idosos de Porto Alegre

.

Perfil sociodemográfico e condições de saúde autoreferidas de idosos de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil sociodemográfico e condições de saúde autoreferidas de idosos de Porto Alegre
Outro título Sociodemographic profile and selfreferred health conditions of the elderly in a city of Southern Brazil
Autor Paskulin, Lisiane Manganelli Girardi
Vianna, Lucila Amaral Carneiro
Resumo OBJETIVO: Avaliar a associação entre sexo e grupo etário com variáveis socioeconômicas e de saúde dos idosos. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no Distrito Noroeste de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 2004. Foram estudados indivíduos acima de 60 anos (N=292), selecionados por amostra probabilística em dois estágios. Os dados de variáveis socioeconômicas e demográfi cas foram coletados por inquérito domiciliar. As condições de saúde foram auto-referidas. Foram realizadas análises descritivas, de qui-quadrado de Pearson e tendência linear. RESULTADOS: Entre os idosos, 67,8% eram do sexo feminino, 84% encontravam-se na faixa dos 60 aos 79 anos, 81% consideravam-se saudáveis. Em comparação com os homens, as mulheres moravam mais sozinhas (p=0,046), sem companheiro (p<0,001), tinham menor escolaridade (p=0,021); relatavam mais problemas de saúde (p=0,003) e uso de medicação sistemática (p=0,016); realizavam menos atividades físicas (p=0,015) e eram mais dependentes nas atividades de vida diária (p<0,001), recebiam menos aposentadoria (p<0,001), exerciam menos atividades remuneradas (p=0,002), mas se percebiam mais apoiadas pela rede social informal (p=0,023), consumiam menos bebidas alcoólicas (p=0,003) e não eram fumantes (p<0,001). Os mais idosos tinham menor escolaridade (p<0,001), piores condições econômicas (p=0,004), recebiam menos aposentadoria (p<0,001), não tinham companheiro (p<0,001), eram mais dependentes nas atividades de vida diária (p<0,001), mas se percebiam mais apoiados pela rede social informal (p=0,014) e não eram fumantes (p<0,001). CONCLUSÕES: Foram evidenciadas diferenças quanto a gênero e grupo etário para variáveis socioeconômicas e de saúde, sendo piores para as mulheres e para os idosos mais velhos.
Abstract OBJECTIVE: To assess the association between gender and age groups and socioeconomic and health variables among older adults. METHODS: Cross-sectional study carried out in the a city in Southern Brazil, in 2004. Elderly over 60 years of age (N= 292) were selected through two-stage probabilistic sampling. Data from socioeconomic and demographic variables were collected through household survey. Health conditions were self-referred. Descriptive statistics, and Pearson’s Chi-square test with linear-by-linear association model were used for data analysis. RESULTS: Among the elderly, 67.8% were female, 84% were between 60 to 79 years and 81% considered themselves healthy. Compared to men, women were more likely to live alone (p=0.046), have no partner (p<0.001), be less educated (p=0.021), report more health conditions (p=0,003), use more medications (p=0.016), exercise less (p=0.015), be more dependent to perform activities of daily living (p<0.001), receive lower pension benefi ts (p<0,001), have less paid jobs (p=0.002). But women perceived themselves as having more social support (p=0.023), consumed less alcohol (p=0.003) and were not smokers (p<0.001). Those with more advanced age were less educated (p<0.001), had poorer economic conditions (p=0.004), received lower pension benefi ts (p<0,001), were less likely have a partner (p<0.001) and were more dependent to perform activities of daily living (p<0.001) but perceived themselves with more social support (p=0.014) and were not smokers (p<0.001). CONCLUSIONS: Differences between gender and age group were evidenced and they were more marked among women and those with more advanced age.
Contido em Revista de Saúde Publica. São Paulo. Vol. 41, n.5 (out. 2007), p. 757-768
Assunto Saúde do idoso : Porto Alegre (RS)
[en] Crosssectional studies
[en] Health of the elderly
[en] Health profile
[en] Personal autonomy
[en] Self assessment (Psychology)
[en] Socioeconomic factors
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71429
Arquivos Descrição Formato
000633762.pdf (153.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.