Repositório Digital

A- A A+

Satisfação dos usuários dos centros de atenção psicossocial da região Sul do Brasil

.

Satisfação dos usuários dos centros de atenção psicossocial da região Sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Satisfação dos usuários dos centros de atenção psicossocial da região Sul do Brasil
Outro título User satisfaction with psychosocial healthcare services, Southern Brazil
Autor Kantorski, Luciane Prado
Jardim, Vanda Maria da Rosa
Wetzel, Christine
Olschowsky, Agnes
Schneider, Jacó Fernando
Heck, Rita Maria
Bielemann, Valquíria de Lourdes Machado
Schwartz, Eda
Coimbra, Valéria Cristina Christello
Quevedo, André Luis Alves de
Saraiva, Suélen dos Santos
Resumo OBJETIVO: Avaliar a satisfação dos usuários com o atendimento nos centros de atenção psicossocial. MÉTODOS: O estudo foi realizado em centros de atenção psicossocial dos estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, em 2006. A estratégia de investigação foi dividida em métodos quantitativo e qualitativo. Para avaliação quantitativa foram utilizados dados epidemiológicos do tipo transversal de amostra 1.162 usuários de 30 centros de atenção psicossocial. O instrumento utilizado para avaliar a satisfação dos usuários foi a Escala Brasileira de Avaliação da Satisfação (SATIS-BR), de 1 a 5 pontos. Para avaliação qualitativa foram realizados cinco estudos de caso, utilizando-se metodologia de avaliação de quarta geração. Os dados foram obtidos em observação de campo e entrevistas (entre dez e 13 usuários em cada campo, totalizando 57 usuários) e apresentados aos usuários em ofi cinas de validação e negociação. RESULTADOS: A escala SATIS-BR indicou avaliação positiva de todos os itens, com média de 4,4 (desvio-padrão, DP=0,4). A comunicação e o relacionamento com a equipe apresentaram média 4,5 (DP=0,5); o acesso a informações a partir da equipe apresentou média 4,8. A satisfação com o serviço apresentou a menor média, com 4,1; as condições gerais de instalação do serviço apresentaram média 3,9. No estudo qualitativo, o tratamento no serviço foi bom e o resultado satisfatório. O reposicionamento do usuário contribuiu para satisfação, assim como o acesso ao atendimento, a ruptura com o isolamento físico e social, o acolhimento de suas demandas e ajuda para organizar a vida. CONCLUSÕES: Os resultados complementares de ambas as estratégias do estudo mostram satisfação dos usuários com o atendimento nos centros estudados.
Abstract OBJECTIVE: To evaluate user satisfaction with psychosocial healthcare services. METHODS: Qualitative and quantitative study conducted in psychosocial healthcare services in the states of Paraná, Santa Catarina and Rio Grande do Sul, Southern Brazil, in 2006. The study combined quantitative and qualitative methods. Quantitative epidemiological data from a cross-sectional study including 1,162 users of 30 psychosocial healthcare services was used. The instrument used to evaluate users’ satisfaction was the Brazilian version of the WHO Users’ Satisfaction Scale (SATIS-BR), a 1 to 5-point scale. Qualitative data was collected from fi ve case studies using a fourth generation approach. Information was obtained from fi eld observations and interviews (between ten and 13 users in each fi eld, totaling 57 users) and presented to users in validation and negotiation workshops. RESULTS: The SATIS-BR scale showed that users positively evaluated all items, overall mean 4.4 (SD=0.4). Communication and relationship with psychosocial healthcare services staff had mean 4.5 (SD=0.5), and access to information through staff had mean 4.8. Satisfaction with care service was the lowest, mean 4.1, and general service infrastructure had mean 3.9. The qualitative study revealed that, according to users, the quality of treatment provided was good and the outcome was satisfactory. Their new status, better access to services, ending of their physical and social isolation, response to their demands and helping them reorganize their lives – all contributed to users’ satisfaction. CONCLUSIONS: The complementary results of both study approaches showed that users are satisfi ed with care provided at the psychosocial healthcare services studied.
Contido em Revista de Saúde Pública. São Paulo. Vol. 43, supl. 1 (ago. 2009), p. 29-35
Assunto Centro de atenção psicossocial : Brasil, Região Sul
Enfermagem psiquiátrica
[en] Case Studies
[en] Cross-Sectional Studies
[en] Health Services Evaluation
[en] Mental Health Services
[en] Patient Satisfaction
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71440
Arquivos Descrição Formato
000719540.pdf (55.32Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000719540-02.pdf (52.66Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.