Repositório Digital

A- A A+

Determinantes contextuais da mortalidade neonatal no Rio Grande do Sul por dois modelos de análise

.

Determinantes contextuais da mortalidade neonatal no Rio Grande do Sul por dois modelos de análise

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Determinantes contextuais da mortalidade neonatal no Rio Grande do Sul por dois modelos de análise
Outro título Contextual determinants of neonatal mortality using two analysis methods, Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Zanini, Roselaine Ruviaro
Moraes, Anaelena Bragança de
Giugliani, Elsa Regina Justo
Riboldi, João
Resumo OBJETIVO: Analisar os determinantes da mortalidade neonatal, segundo modelo de regressão logística multinível e modelo hierárquico clássico. MÉTODOS: Estudo de coorte com 138.407 nascidos vivos com declaração de nascimento e 1.134 óbitos neonatais registrados em 2003 no estado do Rio Grande do Sul. Foram vinculados os registros do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos e Mortalidade para o levantamento das informações sobre exposição no nível individual. As variáveis independentes incluíram características da criança ao nascer, da gestação, da assistência à saúde e fatores sociodemográficos. Fatores associados foram estimados e comparados por meio da análise de regressão logística clássica e multinível. RESULTADOS: O coeficiente de mortalidade neonatal foi 8,19 por mil nascidos vivos. As variáveis que se mostraram associadas ao óbito neonatal no modelo hierárquico foram: baixo peso ao nascer, Apgar no 1º e 5º minutos inferiores a oito, presença de anomalia congênita, prematuridade e perda fetal anterior. Cesariana apresentou efeito protetor. No modelo multinível, a perda fetal anterior não se manteve significativa, mas a inclusão da variável contextual (taxa de pobreza) indicou que 15% da variação da mortalidade neonatal podem ser explicados pela variabilidade nas taxas de pobreza em cada microrregião. CONCLUSÕES: O uso de modelos multiníveis foi capaz de mostrar pequeno efeito dos determinantes contextuais na mortalidade neonatal. Foi observada associação positiva com a taxa de pobreza, no modelo geral, e com o percentual de domicílios com abastecimento de água entre os nascidos pré-termos.
Abstract OBJECTIVE: To analyze neonatal mortality determinants using multilevel logistic regression and classic hierarchical models. METHODS: Cohort study including 138,407 live births with birth certificates and 1,134 neonatal deaths recorded in 2003, in the state of Rio Grande do Sul, Southern Brazil. The Information System on Live Births and mortality records were linked for gathering information on individual-level exposures. Sociodemographic data and information on the pregnancy, childbirth care and characteristics of the children at birth were collected. The associated factors were estimated and compared by traditional and multilevel logistic regression analysis. RESULTS: The neonatal mortality rate was 8.19 deaths per 1,000 live births. Low birth weight, 1- and 5-minute Apgar score below eight, congenital malformation, pre-term birth and previous fetal loss were associated with neonatal death in the traditional model. Elective cesarean section had a protective effect. Previous fetal loss did not remain significant in the multilevel model, but the inclusion of a contextual variable (poverty rate) showed that 15% of neonatal mortality variation can be explained by varying poverty rates in the microregions. CONCLUSIONS: The use of multilevel models showed a small effect of contextual determinants on the neonatal mortality rate. There was found a positive association with the poverty rate in the general model, and the proportion of households with water supply among preterm newborns.
Contido em Revista de saúde pública = Journal of public health. São Paulo. Vol. 45, no. 1 (fev. 2011), p. 79-89.
Assunto Estatística aplicada : Medicina
Estudos de coortes
Fatores de risco
Mortalidade neonatal
[en] Cohort Studies
[en] Mortality Registries
[en] Neonatal Mortality (Public Health)
[en] Risk Factors
[en] Socioeconomic Factors
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71461
Arquivos Descrição Formato
000778104.pdf (167.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000778104-02.pdf (136.6Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.