Repositório Digital

A- A A+

Diferenças de gênero no campo da sexologia : novos contextos e velhas definições

.

Diferenças de gênero no campo da sexologia : novos contextos e velhas definições

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferenças de gênero no campo da sexologia : novos contextos e velhas definições
Outro título Gender differences in the field of sexology : new contexts and old definitions
Autor Rohden, Fabiola
Russo, Jane
Resumo OBJETIVO: Analisar concepções de gênero e sexualidade presentes no campo de intervenções terapêuticas em torno do sexo. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Observação etnográfica, complementada por análise documental de material impresso referente ao X Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana, promovido pela Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana, e ao VIII Congresso Brasileiro sobre Inadequações Sexuais, promovido pela Associação Brasileira para o Estudo das Inadequações Sexuais, realizados em 2005. A análise privilegiou a interação entre a perspectiva quantitativa no processamento das variáveis profi ssão e gênero dos participantes e temas das palestras, e perspectiva qualitativa na análise e interpretação do conjunto mais geral de dados. RESULTADOS: Os temas das sessões e o enfoque das apresentações sugerem que o campo é definido pelo contraste entre duas especialidades médicas: a ginecologia e a urologia, a primeira voltada para disfunções femininas e do casal e a segunda para as disfunções masculinas. CONCLUSÕES: A sexualidade masculina é abordada por perspectiva predominantemente biomédica, centrada na fisiologia da ereção e na prescrição de medicamentos, enquanto a sexualidade feminina é apresentada como condicionada por problemas relacionais, mais adequados à intervenção psicológica.
Abstract OBJECTIVE: To analyze concepts of gender and sexuality present in the fi eld of sex therapeutic interventions. METHODOLOGICAL PROCEDURES: An ethnographic observation was conducted, and it was completed with the analysis of printed material originated from the X Congresso Brasileiro de Sexualidade Humana (10th Brazilian Congress on Human Sexuality), promoted by the Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (Brazilian Society of Human Sexuality Studies), and the VIII Congresso Brasileiro sobre Inadequações Sexuais (8th Brazilian Congress on Sexual Inadequacies), promoted by the Associação Brasileira para o Estudo das Inadequações Sexuais (Brazilian Association of Sexual Inadequacy Studies), both held in 2005. The analysis emphasized the interaction between the quantitative perspective in the processing of the variables (participants’ gender and profession and lecture topics) and the qualitative perspective in the analysis and interpretation of the more general set of data. RESULTS: The topics of sessions and focus of presentations suggest that the field is divided by the contrast between two medical specialties: gynecology and urology, the former is aimed at female and couple dysfunctions, while the latter is aimed at male dysfunctions. CONCLUSIONS: Male sexuality is approached from the predominantly biomedical perspective, centered on the physiology of erection and drug prescription, whereas female sexuality is considered to be conditioned by relationship problems, when psychological intervention is more adequate.
Contido em Revista de saúde pública. São Paulo. Vol. 45, n. 4 (ago. 2011), p. 722-729
Assunto Gênero
Ginecologia
Saúde
Sexologia
Urologia
[en] Gender and health
[en] Health knowledge, attitudes, practice
[en] Health personnel
[en] Sexology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/71464
Arquivos Descrição Formato
000793064.pdf (181.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000793064-02.pdf (153.5Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.